Jérôme Champagne anuncia candidatura à presidência da Fifa John Thys/AFP

Foto: John Thys / AFP

O francês Jérôme Champagne, ex-secretário-geral adjunto da Fifa, anunciou à Agência de Notícias AFP, neste sexta-feira, que será candidato à presidência da entidade.

Comitê de Ética da Fifa confirma processos contra Blatter, Platini e Valcke

Champagne, de 57 anos, afirmou que o fato de vir de dentro da Fifa é uma vantagem.

— Para executar as reformas é necessário alguém que conheça a instituição de dentro, o que é o meu caso. Os 11 anos que passei na Fifa não são um handicap, pelo contrário — disse.

Luiz Zini Pires: Conmebol vai ao Rio encontrar Marco Polo Del Nero

— O momento é grave, precisamos de uma Fifa forte. A Fifa tem 111 anos, fez muitas coisas boas, mas agora chegou o momento de fazer mudanças. Uma única reforma não bastará. Esta é a razão pela qual não proponho reformas, e sim compromissos — completou Champagne.

Entre suas prioridades ele citou "adaptar a governança da Fifa às realidades do mundo atual, aplicar os mais exigentes parâmetros de transparência e ética e modernizar a administração".

Del Nero deixará cargo no Comitê Executivo da Fifa, diz jornal

Champagne é o quarto candidato declarado que dispõe dos cinco apoios exigidos para a disputa. Os outros são o francês Michel Platini — cuja candidatura permanecerá bloqueada enquanto durar sua suspensão de 90 dias —, o príncipe jordaniano Ali Bin Al-Hussein e o ex-capitão de Trinidad e Tobago David Nakhid.

O prazo de apresentação de candidaturas termina na próxima quinta-feira e a eleição do sucessor de Joseph Blatter está programada para 26 de fevereiro.

*AFP
 DC Recomenda
 
 Comente essa história