Uma novela que se passa em Blumenau desde os anos 1970 deve ter um novo capítulo hoje à noite na Câmara de Vereadores. A discussão sobre a construção de um estádio municipal volta à pauta em uma audiência pública que deve reunir lideranças políticas, empresariais e do esporte. Convocada pelo vereador Zeca Bombeiro (SD), o encontro pretende dar um passo inicial para a criação de um projeto a ser encaminhado ao Ministério do Esporte, que financiaria a obra.

::: Leia outras notícias de esporte

O assunto não é novo e já foi tema de outras audiências públicas, a última em 2006, na época solicitada pelo então vereador Rufinus Seibt. Ele conta que na ocasião foi decidido que o melhor caminho para a cidade seria a ampliação da estrutura já existente no Complexo do Sesi, que seria feita em etapas, de acordo com um estudo feito pela Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc).

— Não vi o projeto caminhar depois disso, mas ainda acredito que a cidade merece ter um estádio municipal. Para um time de futebol daqui crescer, tem que ter uma estrutura que favoreça isso —analisa Seibt, hoje superintendente do Deinfra no Vale do Itajaí.

O vereador Zeca Bombeiro explica que a ideia é unir forças para criar um projeto viável para o ministério e que traga atrativos para Blumenau, com uma arena que tenha capacidade para se manter além do futebol e espaço para eventos:

— Não é algo da noite para o dia. O processo inteiro, se aprovado, duraria de três a quatro anos, mas como há a possibilidade, é importante a participação da comunidade para decidir como pode ser o projeto, onde construir, qual o tamanho, etc.

O vereador ressalta também o valor que a prefeitura gasta atualmente com o aluguel do Sesi. De acordo com a Fundação Municipal de Desportos (FMD), o aluguel custa cerca de R$ 70 mil por ano, valor que reduziu recentemente pois a prefeitura ajudou a entidade na busca de recursos no governo federal. Em outros anos chegou a R$ 250 mil. Para os clubes de futebol de Blumenau a ideia é atraente. Ivan Kuhnen, presidente do Metropolitano, diz que para o crescimento do esporte é imprescindível um estádio municipal: 

— É quase uma obrigação para a cidade que quer ter um time grande de futebol. A construção de um novo estádio é o ideal, já que o Sesi tem suas limitações de espaço. Apoio um projeto que englobe lojas e espaço para shows.

O presidente do Blumenau Esporte Clube (BEC), Wanderley Laureth, concorda, mas ressalta que caso um estádio seja um projeto caro demais, novas parcerias do poder público com o Sesi para facilitar o uso da estrutura existente pelos clubes seria uma opção, reduzindo o valor gasto com o aluguel.

Como será a audiênia

- A audiência está marcada para 19h e tem a duração máxima regimental de duas horas.
- Por requerimento, o autor da reunião, vereador Zeca Bombeiro (SD), convidou lideranças políticas, empresariais e membros das diretorias de Metropolitano e Blumenau.
- Após um cerimonial de abertura, que inclui a execução dos hinos oficiais, Zeca Bombeiro abre os trabalhos e pode se pronunciar por 10 minutos.
- Na sequência será a vez dos convidados e demais vereadores presentes se manifestarem por até três minutos cada. Em seguida, será aberto tempo ao público para fazer perguntas ou pronunciamentos sobre o assunto.
- Após a participação popular, o vereador tem dois minutos para fazer as considerações finais e encerrar a audiência. O debate será transmitido ao vivo pela TV Legislativa e pelo site da Câmara.

JORNAL DE SANTA CATARINA
 Veja também
 
 Comente essa história