Neste sábado, torcida promete grande festa para ajudar o JEC a buscar a vitória Rodrigo Philipps/Agencia RBS

O JEC, de Anselmo, fechou a preparação para o clássico com um treino no CT nesta sexta-feira

Foto: Rodrigo Philipps / Agencia RBS

A vitória por 3 a 1 sobre o Coritiba na última rodada reacendeu a esperança não só do grupo do Joinville, mas fez a torcida voltar a depositar um voto de confiança no JEC. O moral do Tricolor está elevado, e é com isso que o técnico PC Gusmão conta para receber o Figueirense, às 21 horas deste sábado, na Arena.

:: Leia mais notícias sobre o JEC

Relembrando a reta final da Série B e do Campeonato Catarinense, uma grande recepção está sendo preparada pela torcida para receber o grupo na via de acesso à Arena: a rua Inácio Bastos. O comandante do JEC espera que esse carinho acenda o fogo dos atletas dentro de campo para este confronto decisivo.

:: Confira a tabela de jogos e a classificação da Série A

– A torcida sempre jogou do nosso lado o tempo inteiro. Ser recebido dessa forma, em um jogo tão decisivo, com certeza mexe com o brio, mas também aumenta a nossa responsabilidade. Temos que entrar e representar bem todos esses torcedores que voltaram a acreditar – frisou o treinador, nesta sexta-feira, em entrevista coletiva.

O jogo deste sábado tem ingredientes de uma grande decisão. Além de ser importante para o JEC se consolidar na briga contra o rebaixamento, os dois times se enfrentam pela primeira vez desde que o STJD tirou o título do Estadual do Joinville e entregou ao Figueirense.

Também será a sétima vez que os dois times irão se enfrentar em 2015. Até agora, são três vitórias do JEC, dois empates e um triunfo do Alvinegro.

– É um adversário que o nosso time já está acostumado a jogar contra. É um clássico que mexe não só com o clube, mas com toda a cidade – enfatizou.

Escalação

PC Gusmão não fez mistério para revelar o time titular do Joinville que vai a campo. Sem poder contar com Marcelinho Paraíba, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, o treinador vai optar por Marion, que, na sua visão, é capaz de cumprir a mesma função tática.

Coincidentemente, Marion foi um dos mellhores em campo pelo JEC no jogo contra o Alvinegro no primeiro turno.
A NOTÍCIA
 Veja também
 
 Comente essa história