Rachão animado e com velhas referências encerra preparação da Seleção NELSON ALMEIDA/AFP

Foto: NELSON ALMEIDA / AFP

Dunga seguiu escondendo suas alterações e fechou o treinamento durante quase todo o tempo nesta segunda-feira, véspera da partida contra a Venezuela, pela 2ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para Copa do Mundo de 2018. No entanto, ao contrário dos dois primeiros dias de treinos fechados em Fortaleza (abertos apenas em momentos finais), quando a entrada foi liberada, os atletas puderam sentir o carinho dos torcedores.

Dunga diz que está "sem dormir direito" para que a torcida volte a sorrir

Cerca de mil pessoas estavam nas arquibancadas do Estádio Presidente Vargas. Entre gritos e aplausos, os nomes mais gritados eram o de velhas referências da Seleção Brasileira: Cafu e Taffarel. O ex-lateral do Brasil, e hoje integrante pontual da comissão técnica, esteve em campo completando o time no rachão. Cada vez que tocava a bola, tinha seu nome gritado. Taffarel também foi bastante festejado e ouvia-se um coro das arquibancadas cantando: "El, el, el, vai que é tua Taffarel".


Imagens: CBF TV

Durante os três dias em que treinaram em solo cearense, os jogadores da Seleção Brasileira falaram muito bem sobre o carinho e calor do povo nordestino. Nas entrevistas coletivas, não faltaram promessas de qualidade e muito empenho em campo para devolver a alegria a eles.

Wianey Carlet: desânimo e desintesse com a Seleção

— Eu acredito que a gente tem que estar muito agradecido pelo povo de Fortaleza, o povo aqui do Nordeste, sempre muito carinhoso com a Seleção Brasileira. E eu acredito que esse carinho só tende a ajudar nós jogadores. Nós que hoje somos escolhidos pra defender a Seleção Brasileira. Queremos retribuir todo esse carinho com uma boa apresentação, com um grande jogo e com uma grande vitória — declarou Daniel Alves.

A festa dos torcedores marcou o último trabalho dos jogadores nesta segunda-feira, antes da concentração total para a partida contra a Venezuela. As duas seleções se enfrentam nesta terça-feira, às 22h, na Arena Castelão, em Fortaleza.

Diogo Olivier: clubismo avança sobre a Seleção Brasileira

Acesse o Guia das Eliminatórias Sul-Americanas:



*LANCEPRESS

LANCEPRESS
 Veja também
 
 Comente essa história