Roberto Cavalo se mostra realista no comando do Criciúma Fernando Ribeiro/www.criciuma.com.br

Foto: Fernando Ribeiro / www.criciuma.com.br

O técnico do Criciúma, Roberto Cavalo, não assumiu o Tigre com falsas promessas. A avaliação do novo técnico, diante da derrota para o Bahia, por 1 a 0, foi com um discurso realista.

Veja outras notícias do Criciúma
Confira a tabela e a classificação da Série B

– O Bahia foi mais time desde quando começou o jogo, essa é a maior realidade. A gente sabe o que está falando e vimos. O Bahia pressionou, no primeiro tempo não conseguimos tocar. Trabalharam em alta intensidade, estavam com o espírito argentino, não deixaram jogar, queriam fazer o gol e nós não conseguimos dar três ou cinco toques. Fizemos as mudanças, marcamos um pouco mais, mas mesmo assim o Bahia foi mais time e jogou melhor.

Cavalo apenas lamentou a circunstância da derrota:

– O que mais dói e que levamos o gol no fim do jogo – ressaltou.

Quanto à preparação para o duelo diante do Santa Cruz, na próxima terça-feira, às 21h, em Recife, no Estádio do Arruda, a ordem é aproveitar a semana de preparação e tentar encontrar o melhor time, já que a escalação não poderá ser repetida. O lateral-direito Maicon Silva levou o terceiro amarelo e está fora. Cavalo comentou a situação:

– O Ezequiel está treinando e vamos colocá-lo. Não vou improvisar. O Tiago teve uma leve contratura na coxa, no final do jogo, e será avaliado pelo médico. Provavelmente, ficará fora. Também vamos analisar o desgaste dos outros jogadores, o Cristiano a gente sabe que sentiu. Então, quem tiver pronto e melhor condicionado vai jogar.

Clique na imagem e acesse a tabela da Série B:
Tabela Série B

DIÁRIO CATARINENSE
 Veja também
 
 Comente essa história