Santos espera selecionáveis, mas pode ter ataque reserva contra Grêmio Ivan Storti/Santos FC/Divulgação/

Foto: Ivan Storti/Santos FC/Divulgação

O Santos pode entrar em campo para enfrentar o Grêmio, na quinta-feira, às 21h, pela 30ª rodada do Brasileirão, com um ataque formado só por reservas. Isto porque o técnico Dorival Júnior terá que esperar até terça-feira, data que a Seleção enfrenta a Venezuela, para saber se poderá contar com Ricardo Oliveira e Lucas Lima, ambos convocados.

Marcelo Oliveira projeta jogos decisivos no Brasileirão: "São nove finais"

Além disso, terá que avaliar se Gabigol, que serve à seleção olímpica e joga nesta segunda-feira, terá condição de enfrentar o Grêmio. Caso nenhum dos três possa jogar, o time paulista pode ter em campo a mesma formação que treinou na manhã desta segunda: Serginho na armação e um trio ofensivo com Marquinhos Gabriel, Leandro e Nilson.

Grêmio lança campanha de arrecadação para desabrigados do Estado

O elenco viaja para Porto Alegre na quarta-feira a tarde. Gabigol deve retornar a Santos na terça pela manhã, já que a seleção olímpica joga contra o Haiti, em Manaus-AM às 19h desta segunda-feira. Já os dois chamados por Dunga desembarcam em São Paulo junto com a Seleção na quarta pela manhã e só neste período devem se reportar ao clube.

Problema no ombro tira Marcelo Grohe de ação por até 15 dias

Conforme os treinos comandados por Dunga, Lucas Lima deve começar o jogo contra a Venezuela, em Fortaleza, como titular, diferente de Ricardo Oliveira, que deve ficar no banco de reservas.

— Com certeza eles vão querer jogar. Mesmo se jogarem na Seleção, eles vão querer nos ajudar na partida — disse o zagueiro santista Gustavo Henrique, se referindo ao trio convocado por Dunga.

Roger cobra esforço máximo e esboça time titular com Maicon

Na tabela do Brasileirão, a diferença do Santos, 4º colocado com 46 pontos, para o Grêmio, 3º com 52, é de seis pontos.

*LANCEPRESS!

LANCEPRESS!
 Veja também
 
 Comente essa história