Suíça autoriza a extradição de Julio Rocha para os EUA Fabrice Coffrini/AFP

Foto: Fabrice Coffrini / AFP

A Suíça autorizou a extradição para os Estados Unidos de Julio Rocha, nesta quinta-feira. O nicaraguense um dos sete executivos da Fifa detidos no final de maio, em Zurique. A decisão foi divulgada pelo Escritório Federal de Justiça do país.

Romário: "Se Platini for eleito, a Fifa pode continuar a m... que vemos hoje"

Julio Rocha, ex-presidente Federação de Futebol da Nicarágua (FENIFUT), tem um prazo de 30 dias para apelação.

Além do cartola, o uruguaio Eugenio Figueiredo, o venezuelano Rafael Esquivel, o costa-riquenho Eduardo Li e o britânico Costas Takkas também tiveram autorizadas suas extradições no mês passado.

De olho na eleição da Fifa, Platini entrará com recurso contra a suspensão

Até o momento, um dos presos concordaram em responder ao processo criminal nos Estados Unidos: Jeffrey Webb, ex-vice-presidente da Fifa.

O ex-presidente da CBF, José Maria Marin, ainda está preso na Suíça. O brasileiro aguarda julgamento para que seja definida sua extradição.

Ex-mulher defende Joseph Blatter de acusações de corrupção na Fifa

*AFP
 Veja também
 
 Comente essa história