A diretoria do Joinville ainda não tratou da renovação de contrato do técnico PC Gusmão. O trabalho do comandante é bem avaliado pelo clube, no entanto, todo o planejamento passa pela manutenção ou não na Série A. O que pesa mais para a formação da equipe é a condição financeira que o JEC terá.

Se não cair, o Joinville receberá algo próximo de R$ 30 milhões de cota da TV. Na Série B, será de apenas R$ 3 milhões.

Como PC Gusmão pode ser peça-chave na formação deste time, a permanência dele também está condicionada ao futuro da equipe no Brasileirão.

Ele fica

A única permanência confirmada é a do superintendente de futebol, João Carlos Maringá. Apesar da proposta que recebeu da Chapecoense – revelada por Toque de Letra –, ele continuará no clube independentemente da série que o JEC jogará em 2016.

Leia as últimas notícias do JEC

Leia as últimas notícias de Joinville e região

E o presidente?

Nereu Martinelli chegará ao seu último ano de mandato em 2016. A saída ocorrerá em razão de ele não poder ser reeleito. No entanto, o dirigente pode convocar as eleições entre abril e dezembro. Para não atrapalhar a temporada, deve fazer apenas no fim do ano.

Camisas

O Joinville acertou em cheio na produção das novas camisas, lançadas ontem. Tanto a branca, alusiva ao octacampeonato, quanto a degradê foram muito bem recebidas. O marketing do clube está de parabéns por resgatar o passado e trazer uma novidade nas duas peças.

Ingressos

Joinville e Figueirense chegaram a um acordo e o Tricolor irá enviar 500 ingressos para serem vendidos antecipadamente na Capital. As vendas ocorrerão no Estádio Orlando Scarpelli das 9 às 18 horas. Os outros mil bilhetes estarão à disposição no sábado, na bilheteria dos visitantes, na Arena.

Valores

A promoção para os sócios do Joinville, válida no jogo contra o Coritiba, continua no duelo de sábado contra o Figueirense. Para estes torcedores, as arquibancadas custarão R$ 20. Para os outros torcedores, os valores são: R$ 50 (arquibancada); R$ 70 (cadeiras de nível 1); e R$ 90 (cadeiras de nível 2).

Destaque

O goleiro Agenor foi novamente destaque no noticiário nacional. Ontem, ele virou reportagem do ESPN.com.br, onde conta sua história desde a base do Inter. O “Ageneuer” brilha também na Bola de Prata da Placar, onde aparece na sétima colocação.

Sem prêmio especial

Pela rivalidade e os acontecimentos que envolveram Joinville e Figueirense, cogitou-se até que o Tricolor poderá oferecer um prêmio especial aos jogadores para vencer o rival. Mas o presidente Nereu Martinelli garantiu que não haverá nada neste sentido, apenas a premiação acertada no começo da Série A.

Suspenso

Em razão do terceiro cartão amarelo, o meia Marcelinho Paraíba será desfalque do JEC contra o Figueirense.

Fora

No Figueirense, Thiago Heleno, suspenso, não joga. O zagueiro Marquinhos, com uma virose, ainda é dúvida.

Extra

Na Série A, cada ponto conquistado pelo JEC representa R$ 500 na conta dos atletas do grupo. Ou seja, nas vitórias, eles recebem R$ 1,5 mil. Além disso, a direção acertou uma premiação para escapar do rebaixamento: R$ 1 milhão. O acordo foi feito na pausa da Série A.

A NOTÍCIA
 DC Recomenda
 
 Comente essa história