Com a saída de Gilson Kleina, Raul Cabral terá a missão de livrar Avaí do rebaixamento Alvarélio Kurossu/Agencia RBS

Foto: Alvarélio Kurossu / Agencia RBS

Com a saída do técnico Gilson Kleina do Avaí, como informou com exclusividade o colunista do Diário Catarinense Roberto Alves, Raul Cabral assumirá o time interinamente até o final do Campeonato Brasileiro e terá a missão, junto com os jogadores, de livrar o clube do rebaixamento.

Rodrigo Faraco: "Vestiário derrubou Kleina"
Roberto Alves: Gilson Kleina está fora do Avaí

— São apenas quatro partidas até o final do campeonato e não precisamos correr atrás de um técnico. Ele conhece muito bem o clube e os jogadores e está ali para isso (assumir o clube) — afirmou o presidente do Leão, Nilton Macedo Machado.

Raul Cabral é auxiliar técnico fico do clube e já comandou a equipe neste ano na derrota para o Marcílio Dias por 2 a 1, pela terceira rodada do Quadrangular do Rebaixamento do Campeonato Catarinense. Além disso, na temporada passada ele treinou o clube em quatro jogos — duas vitórias, um empate e uma derrota — na Série B antes de Geninho assumir o clube e levar o Leão à Série A.

Leia mais notícias sobre o Avaí
Confira a situação do Z-4 da Série A

Segundo o cartola azurra, a decisão da saída de Kleina foi tomada por causa dos maus resultados na Série A.



— Foi uma decisão conjunta nossa com o Gilson. Uma rescisão amigável e sem brigas. Uma coisa de gente adulta e série, como o Gilson é. Estamos fazendo isso em defesa do clube e da instituição e acreditamos que esse fato novo possa nos ajudar — completou Macedo Machado.

Nesta quarta-feira, no início da tarde, o clube promove uma entrevista coletiva para explicar melhor a decisão de tirar Kleina do comando do Leão.

Clique na imagem e acesse o Guia Online do Campeonato Brasileiro
Guia Online do Campeonato Brasileiro

DIÁRIO CATARINENSE
 Veja também
 
 Comente essa história