Festa premia os melhores do Campeonato Catarinense 2016 Leo Munhoz/Agencia RBS

Foto: Leo Munhoz / Agencia RBS

A festa do Top da Bola, que premia os melhores do Campeonato Catarinense, foi outra coroação da Chapecoense. O clube campeão do Estado em 2016 faturou nove troféus de ouro, incluindo o craque do torneio, o capitão do Verdão, Cleber Santana e o artilheiro, Bruno Rangel, com 10 gols.

— A conquista do título é muito importante para a história da Chapecoense e até por isso sou reconhecido. É um trabalho de grupo e por isso tivemos tantos jogadores indicados — disse Cleber.

Veja como foi a premiação dos melhores do Catarinense 2016

O Joinville, vice-campeão, também foi representado. Agenor foi escolhido o melhor goleiro do campeonato, Bruno Aguiar um dos zagueiros e Anselmo, um dos volantes.

Os pequenos também estiveram representados na seleção dos melhores. Alex Maranhão, do Guarani de Palhoça, foi eleito um dos melhores meias e Alemão, do Brusque, lateral-direito.

Assim é a escalação dos melhores do Catarinense ficou assim: Agenor; Ezequiel, Bruno Aguiar, Neto e Dener; Anselmo, Cleber Santana, Alex Maranhão e Elvis; Bruno Rangel e Roger Guedes.

Entre os premiados também esteve o árbitro Heber Roberto Lopes, eleito o melhor do Estadual e que será o representando do Brasil na Copa América deste ano.

Novo presidente da Associação de Clubes

Na festa dos melhores do Estadual o presidente da Chapecoense, Sandro Pallaoro — eleito melhor do Catarinense —, assumiu a presidência da Associação de Clubes Profissionais de Santa Catarina (SCClubes) no lugar de Nilton Macedo Machado, do Avaí, que renunciou ao cargo no Leão no mês passado.

— A Chapecoense é o primeiro clube do Oeste a presidir a SCClubes e quero deixar claro que quando estiver exercendo o cargo deixarei de lado as cores verde e branca da Chapecoense para vestir o verde, vermelho e branco de Santa Catarina — disse em seu discurso de pose.

Os melhores do Catarinense

Goleiros
1º Agenor (JEC)
2º Danilo (Chapecoense)
3º Luiz (Criciúma)

Laterais-direitos
1º Ezequiel (Criciúma)
2º Alemão (Brusque)
3º Leandro Silva (Figueirense)

Zagueiros
1º Bruno Aguiar (JEC)
1º Neto (Chapecoense)
2º Thiego (Chapecoense)
2º Raphael Silva (Criciúma)
3º Bruno Alves (Figueirense)
3º Gabriel (Avaí)

Laterais-esquerdos
1º Dener (Chapecoense)
2º Capa (Guarani de Palhoça)
3º Marlon (Criciúma)

Volantes
1º Cleber Santana (Chapecoense)
1º Anselmo (JEC)
2º Naldo (JEC)
2º Gil (Chapecoense)
3º Michel Schmöller (Inter de Lages)
3º Douglas Moreira (Criciúma)

Meias
1º Alex Maranhão (Guarani de Palhoça)
1º Elvis (Criciúma)
2º Assis (Brusque)
2º Lucas Gomes (Chapecoense)
3º Kadu (JEC)
3º Bady (Figueirense)

Atacantes
1º Bruno Rangel (Chapecoense)
1º Róger Guedes (Criciúma)
2º Maranhão (Chapecoense)
2º Isac (Inter de Lages)
3º Gustavo (Criciúma)
3º Kempes (Chapecoense)

Técnicos
1º Guto Ferreira (Chapecoense)
2º Hemerson Maria (JEC)
3º Roberto Cavalo (Criciúma)

Revelação
1º Róger Guedes (Criciúma)
2º Marlon (Criciúma)
3º Gabriel (Avaí)

Craques
1º Cleber Santana (Chapecoense)
2º Anselmo (JEC)
3º Elvis (Criciúma)

Preparadores físicos
1º Anderson Paixão
2º Alexandro de Souza
3º William Hauptmann

Assistentes de arbitragem
1º Kléber Lúcio Gil
1º Nadine Câmara Bastos
2º Helton Nunes
2º Neusa Inês Back
3º Rosnei Hoffmann Scherer
3º Thiago Americano Labes

Árbitros
1º Heber Roberto Lopes
2º Sandro Meira Ricci
3º Bráulio da Silva Machado

Presidentes
1º Sandro Pallaoro (Chapecoense)
2º Jony Stassun (JEC)
3º Jaime Dal Farra (Criciúma)

Artilheiro
Bruno Rangel (Chapecoense) com 10 gols

Goleiro menos vazado
Danilo (Chapecoense)

Equipe mais disciplinada (não tomou nenhum cartão vermelho)
Metropolitano

Pé-frio
Árbitro Edson da Silva

 Veja também
 
 Comente essa história