Corrida Volta à Ilha tem recorde de mulheres inscritas Betina Humeres/DC

Presença feminina é cada vez maior no evento realizado na Capital

Foto: Betina Humeres / DC

Ao longo dos anos, o Revezamento Volta à Ilha foi passando por adaptações e transformações. Nesta edição, a 22ª da história, o evento comemora uma importante marca: mais de 30% dos inscritos são mulheres, número que registra um recorde na participação feminina na corrida que tem como desafio correr os 140 Km ao redor da Ilha de Santa Catarina.

Apesar de a diferença para o número de homens ainda ser grande, a organização do evento comemora o fato de ser cada vez menor.

– Cada vez mais as mulheres estão se aprimorando e encarando as corridas, como a Volta à Ilha. Ano passado fiz minha estreia na prova e neste ano vamos quase que com a mesma equipe, mas mantendo só mulheres no time – conta Franciele Antero, uma das participantes.

Franciele faz parte da equipe da Tribo do Esporte, formada por oito atletas que disputam o Revezamento Volta à Ilha na categoria Feminina. Até 2004, ano da nona edição do evento, não existia a categoria reservada para as mulheres devido ao baixo número de procura. Com o passar do tempo, as meninas começaram a ocupar lugar de destaque.

A equipe está muito bem preparada para encarar o desafio de amanhã. A preparação foi realizada ao longo dos últimos meses.

– O Volta à Ilha é uma prova peculiar por causa da organização. Contratamos uma van e uma moto para o percurso e deslocamento e estamos preparadas para que não falte nada – conta Caroline Sena.

Idealizado em 1996, o Revezamento Volta à Ilha é uma prova que desafia as equipe a dar uma volta completa na Ilha de Santa Catarina. O percurso é dividido em 17 trechos de praias, asfalto, dunas e trilhas.

Leia mais:
Confira mais notícias sobre esportes

 Veja também
 
 Comente essa história