Avaí sai em desvantagem, mas busca empate com o Bahia e ganha duas posições na tabela ROMILDO DE JESUS/ESTADÃO CONTEÚDO

Foto: ROMILDO DE JESUS / ESTADÃO CONTEÚDO

Ponto que vale. Serviu ao Avaí para ficar na beira de deixar a zona de rebaixamento da Série B. Valeu pelo empenho da equipe, que mostrou um futebol mais sólido para bater de frente com o Bahia a ponto de arrancar um empate na parte final depois de estar perdendo. O 1 a 1 no Pituaçu, na noite deste domingo, bastou para a equipe subir duas posições, mas ainda na zona de rebaixamento – dois pontos atrás da Ponte Preta, o 16º colocado.

A próxima rodada, o desafio é ante o Corinthians. O confronto na Ressacada está marcado para as 21h de quarta-feira. O Bahia encara o Atlético-MG, às 21h45min, no Independência.

Enquanto o Bahia atacava em quantidade, o Avaí assustava com qualidade. Os donos da casa encontraram resistência na defensiva azurra e, sem conseguir chegar próximo da baliza para arrematar, tentavam de fora da área. O goleiro Douglas acompanhava com os olhos a bola se perder pela linha de fundo. Porém, o Tricolor teve uma única chance pertinho da trave. Allione desviou de letra um cruzamento rasteiro. Foi na trave.

Os azurras conseguiam encontrar algum espaço para a jogada trabalhada. Como a que foi realizada aos 25 da etapa inicial, a melhor da equipe. Após o cruzamento de Junior Dutra, Joel ficou livre e tentou de cabeça. Passou perto.

No entanto, com duas alterações no intervalo (Vinícius e Gustavo Ferrareis), os mandantes voltaram diferentes. Muito mais efetivos nas conclusões que o Avaí, que praticamente não conseguia fazer mais do que tocar a bola no meio e na defesa. Aos 15 minutos, o goleiro Douglas foi colocado à prova. Mendoza mandou um foguete que tinha a gaveta como destino. O arqueiro voou para dar o tapa e evitar a abertura do placar. Dava pinta de que o Leão aguardaria os instantes iniciais para golpear um adversário esgotado.

Tanto que a primeira troca foi aos 28 minutos, quando Joel deu lugar ao atacante Willians, para dar velocidade ao ataque. Porém, logo em seguida, o Bahia chegou ao fundo das redes em uma jogada linda iniciada e terminada por Renê Júnior. O jogador deu toque para Vinícius e partiu ao miolo da área. Com o toque tirou do alcance de Betão e com o outro encheu as redes do Leão. Pouco depois, ainda colocou uma bola na trave.

O técnico Claudinei Oliveira, então, foi obrigado a colocar o time para frente. Saiu Lucas Otávio e entrou Lourenço. Porém, foi na bola parada que o tento do empate saiu. Depois de escanteio, a defesa da casa deu mole. Junior Dutra tentou de bicicleta, mesmo sem jeito. A bola tocou nas costas de um defensor e entrou lentamente. A bola cruzou a linha e o placar mexeu: 1 a 1. Foi o primeiro empate do Leão fora de casa.

Acesse a tabela da Série A

DIÁRIO CATARINENSE
 DC Recomenda
 
 Comente essa história