Diego Giaretta lamenta empate do Criciúma em casa: "Erro nosso, não tem o que reclamar" Caio Marcelo/Especial

Torcida ensaiou uma vaia ao Criciúma após empate em casa

Foto: Caio Marcelo / Especial

Depois de ceder o empate em 1 a 1 ao Oeste no Heriberto Hülse, com 38 minutos da etapa final, o elenco do Criciúma saiu de campo de cara fechada. Parte da torcida ensaiou uma vaia na noite desta sexta-feira. O ponto conquistado em casa foi recebido com gosto de derrota. Diego Giaretta, autor do gol do Tigre em cobrança de falta, lamentou a jogada que deu origem ao empate do Oeste.

— Erro nosso, não tem o que falar nem reclamar. A gente criou o jogo todo e, infelizmente, uma bola no nosso pé, a gente erra e dá nisso, não pode acontecer— lamentou o jogador. 

O zagueiro Edson Borges, um dos primeiros a deixar o gramado, destacou as chances criadas pelo Criciúma, e espera recuperar os pontos perdidos na próxima rodada, fora de casa, contra o líder América-MG. 

— A gente teve oportunidade, praticamente o jogo todo foi nosso. Numa infelicidade que a gente teve, tentando sair por dentro, deu o que eles queriam. O Roberto Cavalo veio fechado e conseguiu pontuar, agora é buscar fora de casa — disse.

Leia mais:
Criciúma tenta refletir ascensão em melhora no aproveitamento em casa
Meia do Criciúma, Maranhão defende comemorações de gol efusivas: "O futebol está chato"
Leia mais informações sobre o Criciúma
Acesse a tabela da Série B

 Veja também
 
 Comente essa história