Depois de se classificarem à Liga dos Campeões na fase preliminar, Liverpool e Sevilla estrearam com empate em 2 a 2 no grupo E da competição, nesta quarta-feira, em partida que marcou o retorno do brasileiro Philippe Coutinho com a camisa dos Reds.

O francês Ben Yedder abriu o placar para os espanhóis, aos 5 do primeiro tempo, mas os ingleses empataram com gol brasileiro 15 minutos depois, com Roberto Firmino. A virada veio aos 36, com o egípcio Mohamed Salah. Na segunda etapa, o Sevilla buscou o empate e definiu o placar com o argentino Joaquín Correa, aos 27 minutos.

Com o resultado, todos os times do grupo E estão empatados com 1 ponto, já que Spartak de Moscou e Maribor também terminaram os 90 minutos em igualdade (1-1). Samedov e Bohar marcaram os gols da partida realizada na Eslovênia.

Depois da novela sobre possível transferência para o Barcelona, dores nas costas e participação com a seleção brasileira, Coutinho amargou boa parte da partida no banco de reservas. Ainda assim, o alemão Jurgen Klopp o colocou em campo na segunda etapa para buscar o resultado, mas o jogador não conseguiu ajudar a equipe a sair com os três pontos.

Coutinho foi ovacionado pela torcida, que considera o brasileiro peça fundamental na busca pelo sexto título da competição continental.

Não foi desta vez que os ingleses puderam se vingar da derrota para os espanhóis na final da Liga Europa 2015-2016. Na ocasião, os andaluzes se deram melhor e conquistaram o tricampeonato do torneio após vencerem por 3 a 1 na Basileia.

- Pressão, susto e reação -

Precisando se recuperar da goleada por 5 a 0 sofrida para o Manchester City no Campeonato Inglês, o Liverpool iniciou o jogo com bastante intensidade e apoio da torcida. No entanto, o primeiro gol do jogo foi dos visitantes logo no princípio da partida.

Aos 5 minutos, Escudero cruzou rasteiro, o zagueiro Lovren furou na hora de cortar e a bola sobrou para Ben Yedder. O francês aproveitou o erro e completou para as redes com muita liberdade dentro da área.

Os Reds tinham o controle da bola e pressionavam desde o início, mas paravam na defesa espanhola ou nas defesas de Rico. Ainda assim, o empate não tardou em chegar.

Aos 20 minutos, após bela tabela entre Alberto Moreno e Henderson, o lateral espanhol chegou à linha de fundo e cruzou rasteiro para o meio da área. Bem posicionado, o brasileiro Roberto Firmino deu leve toque para balançar as redes.

O time da casa manteve o ritmo e conseguiu a virada aos 36 minutos. O egípcio Mohamed Salah aproveitou bobeada da zaga espanhola e roubou a bola no ataque. A cara nova do Liverpool ajeitou de fora da área, arriscou e contou com desvio em Kjaer para ver a bola morrer no fundo das redes.

Ainda na primeira etapa, os Reds tiveram a chance de ampliar em penalidade após falta escancarada de Pareja sobre o senegalês Sadio Mané. O zagueiro tomou um drible, tocou a bola com a mão e ainda abraçou o atacante dentro da área. Firmino foi para a batida e carimbou a trave direita de Rico.

- Retorno de Coutinho -

Depois do intervalo, as equipes não voltaram com o mesmo ímpeto e o jogo demorou para esquentar. O que mais chamou a atenção até o 15 minutos foi a expulsão do técnico argentino Eduardo Berizzo, que jogou a bola para longe para retardar cobrança rápida de lateral do Liverpool.

O time inglês ainda conseguiu chegar com perigo em duas tentativas de longe, mas foi o Sevilla que conseguiu o empate, aos 27 minutos, com Joaqín Correa. O meia recebeu passe de Muriel na entrada da área, ajeitou o corpo e tocou na saída de Karius para fazer o segundo gol espanhol.

Em busca da vitória em casa, o técnico alemão Jurgen Klopp decidiu suspender o chá de cadeira dado a Coutinho e colocar o brasileiro em campo aos 30 minutos. No entanto, o jogador demonstrou estar com pouco ritmo de jogo, já que disputou apenas poucos minutos na atual temporada com o Brasil.

As alterações feitas por Lopp não surtiram efeito e o treinador ainda teve que ver Joe Gomez ser expulso aos 48 minutos depois de levar o segundo amarelo.

O lateral vai desfalcar a equipe para o próximo jogo, fora de casa contra o Spartak Moscou, no dia 26 de setembro. Na mesma data, o Sevilla recebe o Maribor em casa.

* AFP

 Veja também
 
 Comente essa história