Chapecoense segue como a segunda pior defesa do Brasileirão IDE GOMES/Estadão Conteúdo

Chapecoense levou 2 a 1 do Botafogo, na quarta-feira, no Rio de Janeiro

Foto: IDE GOMES / Estadão Conteúdo

Com os dois gols sofridos na derrota por 2 a 1 diante do Botafogo, na quarta-feira, a Chapecoense segue sendo a segunda pior defesa do Campeonato Brasileiro.  Foram 40 gols sofridos em 27 rodadas. Mesmo número de Vitória. Os dois só estão melhores do que o lanterna Atlético-GO, que sofreu 42. Quando assumiu o time, o técnico interino Emerson Cris fortaleceu o setor defensivo e conseguiu reduzir os gols sofridos. Tanto que em três partidas não levou gol, contra o Flamengo, no primeiro confronto da Sul-Americana, Grêmio e Ponte Preta, pelo Brasileirão. 

Após a derrota para o Botafogo o treinador disse que iria focar em trabalhos de posicionamento em jogadas de bola parada. Nesta quinta-feira os reservas trabalharam no Centro de Treinamentos do Fluminense, nas Laranjeiras. Os titulares fizeram um regenerativo, no hotel. À tarde o time voltou para Chapecó. Nesta sexta-feira o time treina às 16h no CT da Água Amarela. 

O próximo jogo é domingo, às 17h, na Arena Condá, contra o Flamengo. Os ingressos custam R$ 100 na Geral e R$ 120 nas cadeiras descobertas.

Leia outras informações sobre a Chapecoense
Acesse a tabela da
Série A do Brasileirão

 Veja também
 
 Comente essa história