Com gol e assistência, Alex Maranhão exalta vitória: "um prazer vestir a camisa do Criciúma" CAIO MARCELO/ESPECIAL/DIARIO CATARINENSE

Alex Maranhão ressaltou a melhora do Criciúma nos últimos três jogos

Foto: CAIO MARCELO / ESPECIAL/DIARIO CATARINENSE

Há quase um mês sem vencer em casa, o Criciúma garantiu a alegria do torcedor carvoeiro com o 2 a 1 diante do Londrina neste sábado. O time do técnico Beto Campos saiu atrás no placar e empatou com um gol de Alex Maranhão, no finalzinho do primeiro tempo. Também foi dele a cobrança de escanteio na etapa final para o gol de Lucão, o da virada no placar. Maranhão saiu de campo aplaudido e feliz com a atuação.

— Nós sabíamos da importância do jogo, do nível de pressão, confronto direto, temos que ressaltar a melhora do nosso time nos últimos três jogos. A gente devia essa vitória para o torcedor, ele nos apoiou e mereceu — comentou o jogador.

De virada, Criciúma vence o Londrina em casa e mantém esperança de acesso à elite

O meia marcou o segundo gol dele na Série B, o décimo na temporada. De volta ao time com a chegada do novo treinador, Maranhão exaltou o trabalho para ajudar o clube a buscar as vitórias.

— Um prazer vestir a camisa do Criciúma, nos mantém na briga pelo acesso. Fico feliz porque trabalho muito e sempre tenho o maior prazer de entrar aqui no Majestoso e vestir essa camisa, gostaria de poder sempre deixar o torcedor feliz — frisou.

Apesar do pouco público para uma partida no sábado à tarde, pouco mais de 2,6 mil torcedores, o apoio da arquibancada foi um fator destacado pelos jogadores na saída de campo. Parte da torcida chegou a reclamar depois do gol do Londrina. Mas na maior parte do jogo os gritos foram de apoio. 

Lucão, Criciúma, Londrina
Lucão dedicou a vitória para a nação do CriciúmaFoto: CAIO MARCELO / ESPECIAL/DIARIO CATARINENSE

O atacante Lucão gostou e colocou a torcida no compromisso para o confronto contra o Vila Nova, dia 17, também em casa.

— Dedicar essa vitória para a nação do Tigre, a gente estava devendo, como eu falei, ia ganhar de qualquer jeito, ganhar feio, bonito, e agora está na mão deles, no próximo jogo eu quero casa cheia — convocou o artilheiro.

Leia outras notícias sobre o Criciúma
Acesse a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro  

 Veja também
 
 Comente essa história