Avaí perde para o Corinthians e vê fuga do rebaixamento cada vez mais distante Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians /

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

A missão do Avaí já se anunciava ingrata antes de a bola rolar na Arena Itaquera para o confronto contra o Corinthians, líder do Brasileirão. O Leão da Ilha, vice-lanterna da competição, precisava desesperadamente da vitória para se aproximar dos times que estão fora da zona de rebaixamento da Série A do Brasileirão, mas do outro lado, em casa, os paulistas não queriam desperdiçar a chance de se aproximar ainda mais do sétimo título do clube na elite do futebol brasileiro. Em um jogo de ataque contra defesa, o Avaí levou a pior e perdeu por 1 a 0. 

Agora, os catarinenses precisam de um milagre para permanecer na Série A, já que permanecem na penúltima colocação na tabela, com 35 pontos, três atrás do Vitória, primeiro fora da zona de rebaixamento e que ainda joga neste domingo, contra o Grêmio, em Caxias do Sul/RS. O próximo desafio do Leão também é fora de casa, na quarta-feira, às 21h45min, contra o Cruzeiro, no Estádio Mineirão, em Belo Horizonte. 

Dependendo dos resultados do restante desta rodada, e da 35ª, no meio da semana, o Avaí tem chances de retornar à Série B já na próxima quarta-feira. No mesmo dia, o Corinthians, se vencer e for beneficiado por resultados paralelos, pode garantir o título, em casa, contra o Fluminense, também às 21h45min.

A partida

Disposto a relembrar seus melhores momentos no Campeonato Brasileiro, como nas vitórias sobre Grêmio e Botafogo, ambas fora de casa, o Avaí entrou para jogar por uma bola. Fechadinho na defesa, os primeiros oito minutos de jogo tiveram o Corinthians com ampla posse de bola e ocupando o campo de ataque, mas sem levar perigo ao gol de Douglas. O primeiro chute a gol da partida, porém, foi do Avaí. Aos 9 minutos, Simião finalizou de fora da área após rebote da defesa, e o goleiro Caíque França faz a defesa.

Aos 14, o avaiano Luanzinho entregou a bola de presente para Kazim. O atacante dominou e tocou para Romero, que chutou a gol, mas a bola desviou em Betão e Douglas fez a defesa. Apesar de dominar o jogo, os paulistas pouco entravam na área e finalizavam, além de errar passes com frequência. Já o Avaí, resumia suas esperanças em faltas e escanteios, tudo na esperança de que Marquinhos fizesse a diferença a favor dos catarinenses. E, no último lance do primeiro tempo, aos 46, o galego quase abriu o placar ao bater falta direto para o gol e o goleiro corintiano afastar o perigo. 

O segundo tempo começou e, logo aos 3 minutos, o lateral-esquerdo Guilherme Arana cruzou, e o centroavante turco Kazim se antecipou à defesa e desviou de peito para o fundo do gol. Placar aberto na Arena Itaquera, 1 a 0 para o Corinthians. Kazim, que ainda não havia marcado gol no Campeonato Brasileiro, quase ampliou, aos 11, após cruzamento da direita, a defesa do Avaí afastou mal e o turco aproveitou para soltar a bomba. A bola desviou e foi para escanteio.

O restante do jogo foi morno. O Avaí chegou em alguns momentos, mas não conseguia concluir no gol de Caíque França. Marquinhos, sempre ele, era quem mais levava perigo aos corintianos. E aos 48 minutos, o Galego quase empatou. Após cruzamento do lado direito, ele dividiu e Fagner tirou no último momento. Em seguida, após o escanteio avaiano, o árbitro encerrou a partida. O atacante Júnior Dutra, ao fim, disse que a equipe ainda não jogou a toalha e vai buscar escapar do rebaixamento.

Ficha técnica

Corinthians: Caíque França; Fágner, Pablo, Balbuena e Guilherme Arana; Gabriel, Camacho (Jadson), Clayson (Marquinhos Gabriel)e Rodriguinho (Maycon); Romero e Kazim. Técnico: Fábio Carille.

Avaí: Douglas; Maicon (Leandro Silva), Betão, Alemão e João Paulo; Judson (Caio César), Simião e Marquinhos; Luanzinho (Maurinho), Romulo e Junior Dutra. Técnico: Claudinei Oliveira.

Arbitragem: Dewson Freitas da Silva, auxiliado por Helcio Neves e Jose Ricardo Coimbra (trio do PA).

 Veja também
 
 Comente essa história