Zagueiro do Criciúma lamenta empate: "Queríamos terminar com vitória" Guilherme Hahn/Especial

Foto: Guilherme Hahn / Especial

O Criciúma se despede do Heriberto Hülse na temporada com empate em 1 a 1 com o Ceará. O time visitante já entrou em campo com o acesso à Série A garantido, mas nem por isso foi adversário fácil para o Tigre. Os donos da casa saíram na frente no placar com gol contra de Richardson, mas não conseguiram segurar o quarto colocado da Série B, que buscou um ponto fora de casa.

— Queríamos terminar com vitória, saímos na frente. O time do Ceará não é a toa que subiu, sabíamos da qualidade. Acabamos tomando um empate. É só pedir desculpas para o nosso torcedor. Planejamos, tentamos, mas não conseguimos o acesso, que 2018 seja melhor — lamentou o zagueiro Raphael Silva.

Por enquanto, ele é um dos poucos nomes do elenco atual do Criciúma que está em negociação com a diretoria para renovar o contrato. O artilheiro Lucão, com dez gols na Série B, foi substituído no segundo tempo e saiu de campo cabisbaixo. Ele falou sobre a estratégia do Vovô em buscar uma bola de contra-ataque, e que a tentativa deu certo e o visitante conseguiu o empate. Sobre a permanência dele no time, Lucão desconversou.

— Não sei, deixa para conversar depois — resumiu.

O Criciúma tem um último jogo na sexta-feira, contra o Brasil de Pelotas, para encerrar a participação na Série B deste ano. O time será comandado mais uma vez pelo interino Grizzo, que deve apostar novamente nos garotos da base. A partida é na sexta-feira, 20h30min, no Estádio Bento Freitas.

Leia outras notícias do Criciúma
Acesse a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro

Leia mais:
Goleiro Luiz fala sobre os erros do Criciúma na temporada e projeta 2018

Criciúma pretende mostrar coragem e atitude em jogo contra o Ceará

Com Grizzo no comando, Criciúma treina e tem novidades entre os titulares 

 Veja também
 
 Comente essa história