Renanzinho, jogador do Avaí, morre aos 20 anos em Florianópolis Reprodução/Twitter Avaí F.C.

Foto: Reprodução / Twitter Avaí F.C.

Renan Pereira, mais conhecido como Renanzinho, volante do Avaí, morreu aos 20 anos de idade, nesta quinta-feira, em Florianópolis. O atleta lutava contra um tumor no cérebro há dois anos, mas não resistiu. O velório será no auditório da Ressacada, a partir das 17h. O enterro está marcado para as 10h de sexta-feira, no Cemitério Jardim da Paz, na Capital de Santa Catarina. 

Renanzinho nasceu em Ariquemes (RO) e chegou ao Leão para jogar no time infantil. Teve destaque na Copa São Paulo de Juniores e chegou a despertar o interesse de outras equipe brasileiras. Logo aos 17 anos se firmou como titular do Avaí. Em 2016, após ser diagnosticado com um tumor cerebral, se afastou do futebol.

Em publicação no Twitter, o clube azurra lamentou a perda de Renanzinho. Em agosto, o Avaí havia disponibilizado R$ 200 mil para ajudar a família do atleta, além de pagar o auxílio-doença.

Em dois anos como atleta profissional, Renanzinho jogou 31 partidas e anotou um gol pelo Avaí.

Leia mais notícias do esporte em Santa Catarina

 Veja também
 
 Comente essa história