Alemão cobra Avaí focado no Fluminense: "É uma decisão" Critiano Estrela/Diário Catarinense

Leão joga pelo empate para se garantir na quarta fase da Copa do Brasil

Foto: Critiano Estrela / Diário Catarinense

O Avaí tem a vantagem do empate diante do Fluminense para ir à quarta fase da Copa do Brasil, mas o elenco do Leão encara como necessidade alcançar mais uma vitória. Um dos líderes do grupo, o zagueiro Alemão destacou que o time não pode se acomodar com o resultado conquistado no Rio de Janeiro, quando fez 2 a 1, e ficou mais perto da vaga. 

– É complicado entrar em campo para empatar. Encaramos como se fosse uma decisão em jogo único. Se no final estiver empatado, aí sim nós pensamos na vantagem. Temos que entrar pensando na vitória, não pode se acovardar, mas sim buscar o resultado com inteligência. Vamos sair jogando e se aparecer para fazer o gol e matar o jogo – falou o zagueiro.

Além de um lugar na quarta fase, o Avaí também terá como bônus pela classificação a quantia de R$ 1,8 milhão. Por isso, Alemão é enfático ao dizer que a partida contra o Flu, quinta-feira, na Ressacada, é a mais importante de 2018 até o momento.

– Com certeza. Nós sempre tratamos o próximo jogo como mais importante, mas esse é ainda mais por tudo que representa para o Avaí – disse Alemão.

Em caso da defesa azurra não sofrer gols, a classificação estará assegurada. O zagueiro sabe disso, mas apontou que o Avaí deve apostar em uma postura semelhante a utilizada na ida.

– Será um grande jogo e temos que fazer novamente aqui, na Ressacada, o que foi feito no Rio de Janeiro. Marcar forte e sair rápido nos contra-ataques, além de manter a posse de bola – completou.

Com o novo regulamento da Copa do Brasil, o Avaí joga pelo empate ou vitória para avançar. Em caso de triunfo do Fluminense por um gol de diferença, a disputa da vaga vai para os pênaltis. O Tricolor se classifica vencendo por dois ou mais gols de vantagem. 

Confira a tabela do Catarinense 2018
Leia mais notícias sobre o
Catarinense 2018

 Veja também
 
 Comente essa história