Figueirense precisa quebrar "feitiço" do Atlético-MG para se classificar Arte DC/Arte DC

Foto: Arte DC / Arte DC

Foi o adversário das 21h45min desta quarta-feira que acabou com a invencibilidade do Figueirense na temporada. E deixou marcas. Depois do 1 a 0 do Atlético-MG no jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil, o Figueira não conseguiu mais vencer. Nas três partidas seguintes, todas pelo Campeonato Catarinense, foram três empates. Mas a igualdade no duelo de volta, no Independência, não serve ao Furacão. Por isso, será preciso quebrar o feitiço lançado pela equipe mineira.

Neste ano sem o gol qualificado, em que o tento anotado como visitante pesa a favor em caso de empate no placar agregado, o Figueirense terá de vencer por dois gols de diferença para avançar. Caso o placar final seja de um gol de vantagem, a definição será nas cobranças de pênaltis. Empate ou vitória da equipe mandante coloca o Atlético-MG na quarta fase do torneio — que terá os confrontos sorteados na próxima segunda-feira.

Isso porque no primeiro encontro a boa apresentação no Orlando Scarpelli não foi o bastante e o Figueira perdeu por 1 a 0. Foi o fim da invencibilidade de 12 jogos na temporada, 15 partidas seguidas se somadas as três sem derrota no final do ano passado. Desde então, o Furacão não venceu mais. Pelo Catarinense empatou com Tubarão (0 a 0), Brusque (1 a 1) e Avaí (1 a 1).

Para alcançar o necessário triunfo, o técnico Milton Cruz deve ter duas figuras importantes de volta ao time titular. Recuperados de lesões, o lateral-direito Raul e o meia-atacante Maikon Leite são esperados para iniciar a partida. Principalmente o segundo, uma vez que os meias João Paulo e Felipe Amorim não viajaram para Belo Horizonte por causa de dores musculares. Desta forma, a escalação é praticamente a mesma que iniciou o clássico no último domingo.

O Atlético-MG sofreu um baque na véspera do duelo. O diretor de administração e controle do Atlético-MG, Bebeto de Freitas, reconhecido pela carreira no voleibol e presidente do Botafogo, morreu após sofrer parada cardíaca no próprio CT do Galo. Por isso, o treino apronto foi suspenso. Na véspera, dos titulares, o zagueiro Gabriel ficou de fora por causa de conjuntivite – e deve ser vetado – e o volante Elias tinha inflamação na garganta e era dúvida.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG

Victor; Patric, Leonardo Silva, Felipe Santana e Fábio Santos; Adilson, Elias (Arouca) e Cazares; Erik, Róger Guedes e Ricardo Oliveira. Técnico: Thiago Larghi.
FIGUEIRENSE
Denis; Raul, Cleberson, Nogueira e Lazaroni; Zé Antônio, Betinho, Ferrareis, Jorge Henrique e Maikon Leite; André Luís. Técnico: Milton Cruz.

ARBITRAGEM: Dyorgines Jose Padovani de Andrade, auxiliado por Fabiano da Silva Ramires e Vanderson Antônio Zanotti (trio do ES).
DATA E HORA: às 21h45min desta quarta-feira.
LOCAL: Estádio Independência, em Belo Horizonte.

Confira a tabela do Catarinense 2018
Leia mais notícias sobre o
Catarinense 2018

 Veja também
 
 Comente essa história