NSC terá enviados especiais na Copa 2018 para aproximar os catarinenses do Mundial /

O time da NSC Comunicação está no aquecimento para entrar em campo e entregar ao público catarinense todas as informações sobre o que vai acontecer na Copa do Mundo da Rússia, para onde será enviado em junho para acompanhar a competição. Com programação especial na televisão, nos jornais, no rádio e na internet, nenhum detalhe vai passar batido por essa equipe que alia a experiência de veteranos do jornalismo, como Cacau Menezes e Roberto Alves, e a juventude e polivalência do repórter fotográfico Diorgenes Pandini

O trio produzirá conteúdo para alimentar todas as plataformas da NSC, com quadros de humor e informação na NSC TV, colunas nos jornais e publicações no portal NSC Total e na CBN Diário. 

A cobertura começa agora e será ampliada durante a Copa, com a produção de um caderno diário para acompanhar a saga em busca do hexa.

Cacau Menezes

O centroavante da equipe da NSC Comunicação na Copa do Mundo de 2018 alia o conhecimento de quem já esteve em outros sete Mundiais com o fôlego de quem vai com energia para trazer as notícias dos bastidores, apresentar alguns personagens, mostrar o clima da Copa, com curiosidades sobre a cultura russa. Depois de acompanhar presencialmente as Copas da Espanha (1982), Itália (1990), Estados Unidos (1994, quando viu a Seleção ser campeã), França (1998), Alemanha (2006), África do Sul (2010) e Brasil (2014), agora ele retornará à Europa para testemunhar a conquista do Hexa. 

Roberto Alves

Com a categoria de um legítimo camisa 10, Roberto Alves, com 61 anos de experiência no jornalismo, está pronto para ditar o ritmo na cobertura da Copa do Mundo, que será a sua sexta na vida. Presente nos mundiais da França (1998), Japão e Coreia do Sul (2002), Alemanha (2006), África do Sul (2010) e Brasil (2014), agora ele vai para a Rússia com a expectativa de transmitir aos leitores, telespectadores, ouvintes e internautas a mesma emoção que sentiu ao acompanhar uma Copa pela primeira vez, em 1950, quando não desgrudava do rádio.

Diorgenes Pandini

O mais jovem membro do time tem agilidade, energia e talento, como um volante do futebol moderno – aquele que segura as pontas na defesa e aparece como surpresa no ataque. Com o passaporte carimbado em países como Estados Unidos, Holanda, Portugal, Marrocos, Argentina, Inglaterra, Alemanha e Colômbia – onde esteve no fim de 2016 por causa do acidente aéreo com a delegação da Chapecoense –, agora ele parte para mais uma importante cobertura. Suas lentes vão captar toda a emoção e paixão que transformam a Copa do Mundo no mais especial evento esportivo.

Confira como será a cobertura nos veículos da NSC Comunicação

 

NSC TV

A partir do início da Copa, o Jornal do Almoço terá informações sobre o clima do Mundial, as curiosidades da Rússia, as peculiaridades da Copa. Claro, sem deixar de lado as notícias sobre a Seleção.

CBN Diário

Com participações no Debate Diário e durante a programação, as últimas informações sobre a Seleção Brasileira e as outras equipes, repercutindo o que há de mais quente no âmbito esportivo.

Diário Catarinense

Enquanto a Seleção Brasileira estiver em campo - e espera-se que seja até a final -, o DC trará diariamente um caderno de oito páginas sobre a Copa, com tudo o que o leitor precisa para ficar bem informado.

NSC Total

No portal de comunicação, informações de bastidores, notícias quentes e os comentários dos jornalistas que estarão lá para acompanhar a Copa, com nosso olhar exclusivo sobre a Rússia.

Leia mais

A 50 dias da Copa do Mundo, Tite tem vagas abertas na Seleção Brasileira

Espiada nos adversários: como estão os principais rivais do Brasil para a Copa do Mundo 


 Veja também
 
 Comente essa história