O Liverpool se classificou para tentar desbancar a hegemonia do Real Madrid na decisão da Liga dos Campeões, nesta quarta-feira, apesar da derrota por em 4 a 2 para a Roma no jogo de volta da semifinal.

Por conta da goleada de 5 a 2 no duelo de ida, os Reds superaram a eliminatória no placar agregado (7-6), credenciando-se à final em Kiev no dia 26 de maio. Os italianos caíram de pé e foram ovacionados pela torcida no Estádio Olímpico.

Na primeira etapa, Sadio Mané colocou os ingleses na frente, aos 9, James Milner empatou com gol contra, aos 15, e Wijdnaldum recolocou o Liverpool na frente, aos 26.

Na volta do intervalo, a Roma buscou a virada com Edin Dzeko, aos 7, e dois gols de Radja Nainggolan, aos 41 e cobrando pênalti aos 49.

O Liverpool volta a disputar a final da competição, depois do vice-campeonato na temporada 2006-2007. Na ocasião, os Reds perderam por 2 a 1 para o Milan, justamente o rival do último título do time inglês no torneio, em 2004-2005.

A final contra o Real Madrid marca a reedição da decisão de 1981, quando o Liverpool venceu por 1 a 0 em Paris para levantar o troféu.

* AFP

 Veja também
 
 Comente essa história