Acne, rosácea? Especialistas opinam sobre vermelhidão no rosto de Alisson Pedro Martins/MoWA Press,Divulgação

Goleiro da Roma e da Seleção Brasileira apresenta lesões avermelhadas no rosto

Foto: Pedro Martins / MoWA Press,Divulgação

À medida em que se destacava dentro de campo e ganhava espaço no elenco profissional do Inter, Alisson também chamava atenção por possuir um requisito que não é exigido no futebol: a beleza. Não demorou para o jovem defensor colorado, hoje titular absoluto da Seleção Brasileira, passar a conviver com o apelido de "goleiro gato". 

Nos últimos meses, porém, o jogador da Roma e integrante do grupo canarinho na disputa pelo hexa na Copa do Mundo 2018 começou a apresentar uma vermelhidão na região da testa e das bochechas. O assunto tomou conta das redes sociais. Na última terça-feira (12), durante entrevista coletiva em Sochi, na Rússia, Alisson brincou com o assunto. 

— Não me incomoda, não! Estou na puberdade. Faz parte — respondeu, ao ser questionado se ficava incomodado com os comentários sobre seu rosto. 

Embora afirme que não é possível dar nenhum diagnóstico exato sem exames presenciais, Clarissa Prati, presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia do Rio Grande do Sul, acredita que o caso do jogador seja de rosácea ou até mesmo acne tardia, que pode surgir em adultos acima de 25 anos. 

— No caso da rosácea, ela pode estar relacionada a questões como o frio ou o estresse — explica, alertando que estas são hipóteses bastante prováveis, considerando que o atleta se prepara para disputar sua primeira Copa. 

Segundo a médica, tanto a rosácea quanto a acne precisam de tratamentos com orientação de um profissional. A solução, conta, pode ser o uso medicamentos tópicos, passados direto na pele, ou sistêmicos, à base de antibióticos. 

Acesse e confira as últimas notícias da Copa na página especial Vai, Brasil

Alisson; Inter; futebol
Nos tempos de Inter, Alisson ganhou o apelido de "goleiro gato"Foto: Renan Turra / Agencia RBS

Pelas imagens, a dermatologista Márcia Donadussi acredita tratar-se mesmo de rosácea, embora não descarte a hipótese da acne. 

— Ali, o quadro me parece mesmo de rosácea, porque apresenta um rosto mais vermelho — diz. 

De acordo com Márcia, há diferentes graus da doença. O de Alisson seria o intermediário, por apresentar lesões inflamatórias e papulosas, com bolinhas que podem ser confundidas com espinhas.  

— Os casos mais leves deixam as bochechas avermelhadas quando a pessoa bebe vinho ou come pimenta, por exemplo. Nos mais graves, são lesões mais importantes, por vezes até necróticas — afirma a especialista. 

Confira a tabela de jogos da Copa do Mundo 2018

 Saiba quem são as apostas para capitão na Seleção de Tite

vai brasil, copa, copa 2018, divulgação, nsc
Foto: Arte DC


 Veja também
 
 Comente essa história