"Estou 100%", garantiu nesta quarta-feira o atacante Kylian Mbappé, que deixou o treinamento com dores na terça após receber uma pancada de Adil Rami no tornozelo esquerdo.

O problema fez soar alarmes por um dos principais jogadores da França, mas Mbappé qualificou o incidente como "insignificante".

"Não morreu ninguém. Não tinha má intenção', destacou Mbappé a três dias da estreia da França na Copa do Mundo, contra a Austrália.

Rami foi criticado nas redes sociais por sua entrada no atacante do Paris Saint-Germain.

"É algo que aconteceu e que continuará acontecendo. Fizeram disso uma grande questão, porque é jogador do Olympique de Marselha, mas aqui não existem clubes", defendeu Mbappé.

"Não tive medo, queria continuar. Vi que me incomodava um pouco e o auxiliar me disse para voltar para o vestiário", explicou o jogador sobre o momento que decidiu deixar o treinamento na terça-feira.

* AFP

 Veja também
 
 Comente essa história