De olho na Copa de 2022: conheça os jogadores que atuam pela Seleção Brasileira Sub-20 CBF/Divulgação

Jogadores que conquistaram o terceiro lugar no Mundial Sub-17 em 2017 formam a base da atual Seleção Sub-20

Foto: CBF / Divulgação

Se a Copa do Mundo de 2022 é logo ali, nada melhor que conhecer os jogadores que atuam nas categorias de base e podem integrar a Seleção principal no Mundial do Catar. E os jogadores da equipe Sub-20, último estágio de formação dos jovens jogadores, são os que devem ter mais oportunidades de jogar ao lado de Neymar e Philippe Coutinho.

Para disputar o Sul-Americano de 2019 da categoria, que servirá também como classificatório para as Olimpíadas de 2020, a Seleção deve ter como base a equipe que terminou o Mundial Sub-17 no terceiro lugar em 2017. A chamada "geração 2000" tem muitos nomes que já são destaques por suas equipes profissionais ou chamaram a atenção de gigantes europeus, como Lincoln, Paulinho, Alan, Victor Bobsin e até Luanzinho, que atua no Avaí.

A progressão dos atletas pelas categorias de base é um fator importante para que possam evoluir e amadurecer jogando com a amarelinha. E foi algo visto na principal convocação da Seleção Sub-20 no primeiro semestre de 2018, quando o Brasil enfrentou a equipe Sub-20 do México em duas partidas.

Confira as principais características dos convocados:

Gabriel Brazão
Gabriel Brazão foi eleito o melhor goleiro no Mundial Sub-17 do ano passado, quando a Seleção chegou às semifinaisFoto: Kin Saito / CBF

Goleiros

Gabriel Brazão (Cruzeiro) - 17 Anos: É uma das principais promessas brasileiras para a posição. Foi eleito o melhor goleiro no Mundial Sub-17 do ano passado, na campanha em que a Seleção chegou às semifinais. Tem o posicionamento como principal fundamento. Há especulação de uma transferência para a Roma, onde poderia ser o substituto a longo prazo do compatriota Alisson.

Hugo Nogueira (Flamengo) - 19 Anos: Tem sido titular desde o início do ciclo da Seleção Sub-20, após o vexame no Sul-Americano de 2017. Com 1,99m de altura, tem uma boa altura pra posição, algo que tem faltado nos arqueiros da Seleção. Por sua envergadura, também é bom nas bolas pelo alto. Apesar de não atuar, esteve no elenco do clube no último Campeonato Carioca.

 ELDORADO DO SUL, RS, 26-06-2017: Plantel da equipe das categorias de base do Grêmio para a disputa do Campeonato Brasileiro Sub-20. Na foto, Guilherme Guedes, lateral-esquerdo (FOTO FÉLIX ZUCCO/AGÊNCIA RBS, Editoria de Esportes).Indexador: Felix Zucco
Com 19 Anos, Guilherme Guedes é um lateral com características ofensivas, apoiando o ataque e distribuindo o jogoFoto: Félix Zucco / Agencia RBS

Laterais

Emerson (Atlético Mineiro) - 19 Anos: Contratado pelo Galo em abril pelo preço de R$ 5 milhões, o ex-jogador da Ponte Preta é uma considerado uma das revelações da lateral direita. Compõe o elenco principal do Atlético, tendo participado de quatro jogos da Série A e permanecendo no banco durante as demais partidas. Deve ser o titular do Sul-Americano de 2019.

Vitinho (Cruzeiro) - 18 Anos: Ao contrário de Emerson, o lateral da Raposa tem características bastante ofensivas, tanto que também pode atuar como ponta. Jogou em uma partida do Brasileirão, mas tem recebido poucas chances. Há boatos de que o jogador será vendido ao mercado belga por cerca de R$ 10 milhões.

Guilherme Guedes (Grêmio) - 19 Anos: O jogador subiu por todas as categorias de base do Tricolor até chegar à equipe de transição, atuando durante boa parte da primeira fase do Campeonato Gaúcho. Tem características ofensivas, apoiando o ataque e distribuindo o jogo pelos lados do campo.

Luan Candido (Palmeiras) - 17 Anos: O lateral-esquerdo foi um dos destaques do Alviverde na Copa São Paulo de Futebol Júnior deste ano, sendo promovido ao elenco principal com apenas 16 anos. Apesar de ser lateral, é um jogador que marca muitos gols: fez cinco no Paulistão Sub-17 e 13 nos 25 jogos que disputou pelo Sub-15 em 2016. Vem um novo Marcelo por aí?

De olho na Copa de 2022: conheça os jogadores que atuam pela Seleção Brasileira Sub-20
O zagueiro Matheus Thuler foi o autor do gol contra o Palmeiras último jogo do Flamengo antes da parada para a CopaFoto: Flamengo / Divulgação

Zagueiros

Matheus Thuler (Flamengo) - 19 Anos: Uma das principais revelações defensivas do Rubro Negro, o zagueiro se firmou na equipe e tem sido titular na campanha do atual líder do Brasileirão. No polêmico jogo contra o Palmeiras, em que seis jogadores foram expulsos, marcou o gol de empate do Flamengo — e seu primeiro como profissional. Foi capitão nas categorias de base do clube e tem características de líder, algo necessário para a Seleção.

Patrick (Flamengo) - 18 Anos: Atuou ao lado de Thuler na estreia do clube no Campeonato Carioca deste ano. Porém, não teve tantas oportunidades quanto o seu colega. Apesar de integrar o plantel principal, o atleta não chegou a atuar no Campeonato Brasileiro. Sem tanta altura, com 1,85m, Patrick é conhecido pelo jogo técnico e faro de gol: fez dez pelo clube em 2017, além de ser batedor de faltas e pênaltis.

Vitão (Palmeiras) - 18 Anos: Foi o capitão da seleção brasileira Sub-17 que venceu a Copa América e conquistou o terceiro lugar no Mundial. Tem como principal destaque a versatilidade: atua na zaga tanto pela esquerda quanto pela direita e ainda pode jogar como volante. Após interesse de Liverpool e Barcelona, prolongou seu vínculo com o clube até 2023, aumentando a multa rescisória para 40 milhões de euros.

Walce Costa (São Paulo) - 19 Anos: Também é conhecido por ser um jogador técnico. Com 1,87m de altura, é conhecido por sua segurança defensiva e pelo gols de faltas. Na Copa RS, em dezembro de 2017, ele foi um dos artilheiros da equipe com três gols marcados. Marcou outros dois na Copinha deste ano, na qual o São Paulo foi vice-campeão. Pode atuar também como lateral-direito.

Avaí , Luan
O avaiano Luanzinho tem apenas 18 anos e já atua pela equipe principal do Leão, inclusive marcando gols decisivos neste anoFoto: Jamira Furlani / Avaí

Meias

Alan (Palmeiras) - 18 Anos: Camisa 10 da Seleção Brasileira Sub-17 durante o ano passado, foi o destaque da campanha do Mundial da categoria. Tanto que foi disputado por Real Madrid e Barcelona no fim do ano passado, mas acabou permanecendo no Palmeiras. Considerado pelo jornal espanhol "As" como o novo Philippe Coutinho, o armador de apenas 1,63m tem o passe e o drible como virtudes.

Helinho (São Paulo) - 18 Anos: Outro que participou da campanha do Mundial Sub-17 e do vice-campeonato do São Paulo na Copinha. Jogador que usa o drible e a velocidade para se destacar nos lances pela lado do campo, ocupando posição no ataque quando o esquema utilizado é o 4-3-3. Chama a atenção do Tricolor também por ser canhoto, algo incomum entre os craques recentes do São Paulo.

Igor Gomes (São Paulo) - 19 Anos: É apontado por colegas de clube como o futuro Kaká. Assim como o ídolo são-paulino, Igor gosta das arrancadas em direção em gol e tem bom chute de longa distância. Também tem presença de área e ocupa bem o meio-campo. Apesar de realizar alguns treinos com a equipe principal, ainda não teve chances no Campeonato Paulista ou no Brasileirão.

Luan Vinícius (São Paulo) - 19 Anos: Completa o meio-campo de jogadores que atuaram pelo São Paulo no vice-campeonato da Copinha. Tem características defensivas e costuma atuar como primeiro volante, resguardando os zagueiros. Também não teve oportunidades ainda de atuar pela equipe profissional.

Luanzinho (Avaí) - 18 Anos: Único jogador de algum clube catarinense na lista, o avaiano atua como meia ofensivo, podendo jogar centralizado ou pelos lados do campo. Estreou no Campeonato Brasileiro ainda no ano passado, entrando na derrota do Avaí por 2 a 1 para o Vasco. Tem como principais qualidades o drible e a distribuição de bolas, atuando na posição que seria do camisa 10 — algo que faltou para a Seleção nesta Copa do Mundo.

Mauro Junior (PSV Eindhoven-HOL) - 19 Anos: É o único da lista que atuava no exterior quando ocorreu a convocação. Aos 15 anos ele já atuava no elenco Sub-20 da sua equipe, o Desportivo Brasil, e no ano seguinte já marcou pela Copa São Paulo de Futebol Jr — torneio no qual a maioria dos atletas têm entre 18 a 20 anos. Apesar do seu reconhecido talento, a primeira temporada no clube holandês não foi tão empolgante para o meia ofensivo: um gol e quatro assistências em 15 jogos.

Victor Bobsin (Grêmio) - 18 Anos: O jogador tem um recorde no Tricolor: é o jovem gremista que mais tem convocações para as seleções de base, com 14 chamados. Atuando como volante, foi titular no Mundial Sub-17 de 2017 e nos amistosos Sub-20 deste ano. Considerado o sucessor a médio prazo para a vaga de Arthur, recém-vendido para o Barcelona, o jogador já foi especulado por clubes como Barcelona, Bayern de Munique, Ajax, Manchester City e Atlético de Madrid.

vinicius junior , selecao sub-17 , camapea, sul-amedricano, chile, flamengo
Atleta mais conhecido da seleção de base, Vinícius Júnior foi vendido para o Real Madrid com apenas 16 anosFoto: MARTIN BERNETTI / AFP

Atacantes

Brenner (São Paulo) - 18 Anos: O jogador terminou bem o ano de 2017, pois foi o autor do gol da equipe profissional no empate do São Paulo por 1 a 1 com o Bahia pelo Brasileirão, na despedida de Lugano. Porém, o técnico Dorival Júnior está reticente com a possibilidade do atleta "queimar etapas", tanto que em 2018 ele jogou apenas algumas partidas do Paulistão e dois jogos da Série A. Foi artilheiro no Mundial Sub-17.

Fernando (Shakhtar Donetsk) - 19 Anos: Jogava pelo Palmeiras até junho, quando foi vendido por 5,5 milhões de euros para o clube ucraniano. Atua pelo lado esquerdo do campo e tem como principais características a velocidade e a finalização. Na Copinha, marcou cinco gols e igualou a marca de Gabriel Jesus, ex-colega de equipe e que fez o mesmo número na edição de 2015 do torneio. Antes da transferência, fez dois jogos e um gol pela equipe profissional.

Lincoln (Flamengo) - 17 Anos: O principal centroavante dessa geração. Titular no ataque da Seleção no Mundial Sub-17, o jogador fez 9 gols em 18 jogos no ano passado. Pela equipe principal, atuou no Campeonato Carioca, em dois jogos da Libertadores e dois do Brasileirão. O jogador tem sido cotado para assumir a titularidade após a parada para a Copa do Mundo por conta do seu poder de finalização. Atraiu interesse do Barcelona e do Bayern de Munique.

Paulinho (Vasco) - 17 Anos: Outro jogador que atua pelo lado esquerdo do ataque e que, apesar da pouca idade, já tem grandes atuações até na Libertadores: fez dois gols e duas assistências na competição em seis jogos, antes de se lesionar. Ainda em julho, quando completa 18 anos, ele deve se transferir para o Bayer Leverkusen, que comprou o jovem pela bagatela de 20 milhões de euros. Surgiu em 2017, quando jogou 18 partidas no Brasileirão e marcou três gols.

Vinicius Jr. (Flamengo) - 18 Anos: Provavelmente o jogador mais conhecido da lista. Com apenas 16 anos já havia sido vendido por 45 milhões de euros para o Real Madrid, onde deve começar a jogar após a Copa do Mundo. Atuando pelos lados do campo, marcou seis gols e deu três assistências nos jogos em que atuou pelo Brasileirão e Libertadores. Mais do que atuar pela Seleção Sub-20, deve receber as primeiras chances na equipe principal assim que iniciar o novo ciclo.

Leia Mais

Brasil começa novo ciclo com a dúvida da Copa América em casa: objetivo é vencer ou testar?

Croácia e Inglaterra apostam em paredões por vaga na final da Copa

"A França não jogou nada", diz Courtois sobre derrota da Bélgica

 Veja também
 
 Comente essa história