Jogadores do Criciúma conhecem trabalho social do Bairro da Juventude Lariane Cagnini/Diário Catarinense

Foto: Lariane Cagnini / Diário Catarinense

Alunos do Bairro da Juventude, em Criciúma, tiveram uma tarde diferente nesta quinta-feira. O goleiro Vinicius e o zagueiro Nino, do Criciúma, foram conhecer a entidade que atende 1,5 mil crianças e jovens todos os dias. Desde a educação infantil até as oficinas profissionalizantes, o espaço é referência no Sul do Estado e a visita dos jogadores mexeu com a rotina de quem frequenta o local.

O coral e a orquestra de metais deram as boas vindas aos atletas, que ainda não conheciam o trabalho desenvolvido na entidade. Eles conversaram com as crianças, posaram para fotos e receberam alguns mimos. O sorriso constante demonstrava o interesse dos jogadores pelo trabalho desenvolvido, e como ele pode fazer a diferença.

— Estou muito feliz em conhecer um pouco mais sobre essa iniciativa que ajuda tantas crianças e jovens, que não se sabe como seriam no futuro, e dando a eles uma oportunidade de estudo e também profissionalizante em diversas áreas. Certamente serão pessoas que trarão coisas boas para a sociedade — comentou Nino.

A maior movimentação foi quando os jogadores pisaram na quadra de esportes. A criançada logo correu para abraçar e ficar mais pertinho dos ídolos, que costumam acompanhar somente no Heriberto Hülse ou pela televisão. Perguntados sobre a profissão que queriam seguir, os meninos foram unanimes sobre o sonho de jogar futebol. 

Para o presidente do Conselho Deliberativo do Bairro, José Altair, essa visita representa muito mais do que um alimento para o sonho de ser um jogador profissional, traz esperança e bons exemplos aos pequenos.

— Essa presença deles aqui é importante pois eles são ídolos, e é disso que eles precisam, dessas referências de pessoas de bem, que sejam um exemplo para eles — resumiu Back.

Nino e Vinícius esperam levar toda essa energia recebia das crianças para o grupo de jogadores, que tem uma partida importante no sábado, em casa, contra o CRB. O zagueiro está machucado e não joga mais este ano, e o terceiro goleiro do Tigre segue os treinamentos no clube, entre uma e outra convocação para a Seleção Brasileira sub-20.

 Veja a tabela da Série B do Brasileiro
Mais notícias do Criciúma   

 Veja também
 
 Comente essa história