Regata Volta à Ilha começa neste sábado e completa 50 edições Gabriel Heusi/Heusi Action

Foto: Gabriel Heusi / Heusi Action

A Regata Volta à Ilha está marcada para às 10h deste sábado, na Sede Central do Iate Clube de Santa Catarina.  É a principal competição de vela oceânica do Estado. A edição deste ano marca a história do evento esportivo. Será a 50ª vez que a regata acontece. A prova é realizada desde 1969 pelo Veleiros da Ilha.

O percurso tem 75 milhas náuticas, aproximadamente 120 quilômetros. A Regata Volta à Ilha conta com disputas emocionantes todos os anos. Com largada em direção ao Sul da Ilha, termina nas proximidades do Forte de Sant´Ana, próximo à Ponte Hercílio Luz, quando as tripulações são recebidas pelo público que acompanha a chegada na Avenida Beira-Mar Norte.

A Volta à Ilha é aberta às classes, ORC, IRC, C30, RGS A, RGS B, RGS Cruzeiro, Bico de Proa e Multicascos e vale ainda como última etapa da Copa Veleiros de Oceano. O recorde da competição pertence ao Mano Champ´s, com a marca de 8h43m01s, estabelecida em 2011. Assim como em todos os anos, a expectativa é que algum barco consiga superar a marca que persiste há sete edições. Atual Fita Azul, o Itajaí Sailing Team marcou 9h21 no ano passado, terceiro melhor tempo da história, e tenta faturar o título mais uma vez.

— A Regata de Volta à Ilha é um importante evento do calendário náutico de Santa Catarina e o IST não medirá esforços para obter mais um troféu e se consagrar campeão da Copa Veleiros de Oceano na categoria IRC — conta o manager do time, Alexandre Antônio dos Santos.

Em paralelo à Regata Volta à Ilha de Santa Catarina ocorre a 18ª Regata Ilha do Largo, destinada aos barcos de menor porte, como HPE-25, Bico de Proa B e Carmelitas e tem largada no mesmo local e horário, mas com um percurso mais curto. Os veleiros contornam a Ilha do Largo, próximo ao Ribeirão da Ilha, sentido norte, passando entre os vãos centrais das pontes Colombo Salles, Pedro Ivo Campos e Hercílio Luz. Depois, um contorno será feito na Ilha de Ratones Pequeno, próximo a Ponta de Sambaqui, encerrando a regata em frente ao Forte de Sant´Ana.

 Veja também
 
 Comente essa história