A seleção da Itália dirigida por Roberto Mancini iniciou sua campanha nas eliminatórias para a Eurocopa-2020 com uma vitória sobre a Finlândia por 2 a 0 neste sábado em Udine, no primeira duelo do grupo J.

A 'Azzurra' conseguiu os três pontos mas o resultado e o desempenho diante de um adversário que não figura na elite europeia não corresponderam às expectativas mesmo com a seleção local abrindo o placar logo no início.

Aos 7 minutos, o volante do Cagliari Nicolo Barella chutou de primeira de fora da área uma bola rebatida pela defesa finlandesa e surpreendeu o goleiro visitante.

A melhor oportunidade da Finlândia, que poderia ter empatado, veio por meio do atacante do Norwich da Inglaterra, Teemu Pukki, que chutou mas a bola passou a poucos centímetros do gol (65).

Mas o jovem atacante da Juventus Moise Kean comemorou sua primeira convocação para a seleção italiana marcando o gol que deu tranquilidade à equipe ao definir com classe uma bola passada por Ciro Inmobile (74).

Embora a Itália tenha dominado a partida e tido mais chances de gol, o público que compareceu ao estádio de Friuli esperava uma vitória mais folgada da Azzurra.

Já com os três pontos garantidos, o veterano de 36 anos Fabio Quagliarella quase marcou o terceiro gol, mas sua cabeçada foi desviada a escanteio pelo goleiro Lukas Hradecky (81).

A Itália, que fracassou em sua tentativa de se classificar para o Mundial da Rússia - a primeira vez em 60 anos -, lidera o grupo J junto com a Bósnia, que venceu a Armênia (2-1), e a Grécia, que derrotou o Liechtenstein (2-0).

A tetracampeã mundial vai tentar sua segunda vitória na terça-feira ao receber em Parma o modesto Liechtenstein.

As duas primeiras classificadas de cada um dos dez grupos se classificam para a Eurocopa de 2020.

* AFP

 Veja também
 
 Comente essa história