A Juventus de Turim anunciou nesta sexta-feira que seu técnico Massimiliano Allegri não vai comandar a equipe campeã da Itália na próxima temporada.

Allegri, de 51 anos, foi treinador do time em cinco temporadas com um balanço espetacular: cinco títulos da liga, quatro copas da Italia, duas Supercopas nacionais e duas finais de Liga dos Campeões.

O técnico teve várias reuniões na quarta e na quinta com os dirigentes do clube de Turim, o que parecia indicar um desacordo entre as partes, que no entanto haviam garantido que Allegri ia ficar.

Após a eliminação da Juventus ao perder para o Ajax nas quartas de final da Liga dos Campeões, Allegri e seu presidente Andrea Agnelli haviam declarado que não faria mudanças na próxima temporada.

"Conversamos há alguns dias com o presidente com a ideia de voltarmos a nos ver. Mas tomei minha decisão há um tempo e é a de ficar. Tenho um contrato e há trabalho a ser feito", havia declarado Allegri.

"Será com Allegri no banco, com certeza", havia assegurado Agnelli. "Ele ainda tem um ano de contrato. Vamos nos sentar no final da temporada para conversar. Temos um elenco jovem e forte, incluida a comissão técnica. Vamos voltar a tentar (com este grupo) a próxima temporada", acrescentou.

A chegada do craque Cristiano Ronaldo nesta temporada havia feito da Liga dos Campeões o objetivo principal da temporada da Juve, mais ainda do que nos anos anteriores.

Apesar do novo título conquistado com facilidade na Serie A, o fracasso diante do Ajax fragilizou Allegri, fortemente criticado desde então na Itália por seu jogo demasiado conservador.

* AFP

 Veja também
 
 Comente essa história