"Inaceitável" foi a palavra escolhida nesta quinta-feira pelo Arsenal para classificar a decisão de que Baku, a capital do Azerbaijão, seja a sede da final da Liga Europa, que vai disputar contra o Chelsea no dia 29 de maio.

"Estamos decepcionados de que, devido às limitações ligadas ao transporte, a Uefa só proponha um máximo de 6.000 ingressos para o Arsenal, em um estádio cuja capacidade supera amplamente os 60.000 lugares", lamentaram os 'Gunners' em um comunicado.

A Uefa se baseou na capacidade limitada do aeroporto de Baku para justificar sua escolha de limitar a 6.000 o número de entradas para cada finalista, quando o local pode receber 68.700 espectadores.

Os torcedores do Chelsea e do Arsenal lamentaram nestes últimos dias o custo e a logística complexa ligados à organização da final, a 4.500 quilômetros de Londres.

* AFP

 Veja também
 
 Comente essa história