O Manchester City tem a chance de fazer história neste sábado, conseguindo o que nenhum time inglês conseguiu até agora: se vencer o Watford na final da Copa da Inglaterra vai conquistar a tríplice coroa nacional, depois de já ter vencido a Premier League e a Copa da Liga nesta temporada.

Após o fim do campeonato inglês no último domingo em um emocionante duelo à distância entre City e Liverpool, vencido pela equipe de Manchester, Wembley recebe a final da FA Cup (12h00, pelo horário de Brasília).

Os 'Citizens' encaram o novo desafio após a euforia das comemorações do título da Premier League, conquistado com apenas um ponto de vantagem sobre o Liverpool ao vencer o Brighton por 4 a 1 na última rodada.

Três meses antes, o City havia levantado a Copa da Liga nos pênaltis (4-3 após empate em 0-0) na decisão com o Chelsea. A isso se soma a Community Shield (Supercopa da Inglaterra), que o City conquistou também superando o Chelsea em agosto (2-0).

Josep Guardiola encerraria assim uma grande sequência de títulos se seus jogadores derem outra alegria à torcida.

Com o título o técnico catalão completaria sua coleção de troféus na Inglaterra, depois de já ter conseguido duas Premier League e duas Copas da Liga.

"Quando você ganha (uma competição), toma uma ducha depois e já quer ganhar a seguinte. E depois a seguinte", disse ele a poucas horas da final à BBC Sport. "Isso faz com que a vida seja melhor e mais fácil", disse sorrindo.

Apesar do nível de jogo impressionante alcançado por sua equipe, o Manchester City está consciente de que uma derrota nesta final 'mancharia' o balanço da temporada, em uma competição que escapa ao clube desde 2011.

Por outro lado, mesmo se conquistar a tríplice coroa nacional, muitos vão lembrar que o City falhou em seu grande objetivo da temporada, a Liga dos Campeões, na qual foi eliminado nas quartas de final pelo Tottenham.

- Elton John torce à distância pelo Watford -

Para o Watford, esta será uma final para entrar história.

O clube londrino, cuja sede fica cerca de 15 quilômetros ao noroeste de Wembley, vai disputar sua segunda final de Copa, 35 anos depois da que disputou em 1984.

Na ocasião a derrota para o Everton (2-0) fez Elton John chorar. O cantor era o presidente e proprietário do clube. Mas ele se consolou semanas mais tarde, no mesmo estádio, em um megashow.

O famoso artista não vai estar presente nesta final no sábado já que essa noite vai se apresentar em Copenhague, mas ele assistirá o jogo pela televisão e será representado no estádio por seus dois filhos, que costumam acompanhar os jogos com ele.

O Watford, do técnico espanhol Javi Gracia, fez uma das temporadas mais brilhantes de sua história, com um 11º na classificação da Premier League.

Sua semifinal diante do Wolverhampton (3-2) entrou para a história do clube porque conseguiu reverter dois gols de desvantagem. Com 2-0 contra a onze minutos para o final do tempo regulamentar, virou com dois gols do espanhol Gerard Deulofeu, que tinha acabado de entrar em campo e um pênalti de Troy Deeney.

* AFP

 Veja também
 
 Comente essa história