Especialista afirma que acupuntura pode ajudar a melhorar a libido  Divulgação/RBS TV

A acupuntura parte do princípio que a saúde mental está intimamente ligada à saúde sexual

Foto: Divulgação / RBS TV

Falta de libido é uma queixa comum entre os casais. Muitos motivos levam à perda do interesse sexual, como por exemplo os desequilíbrios hormonais, nódulos, infecções genitais e uso de algumas medicações que causam efeitos colaterais, mas outra parte dos motivos são psicológicos, como desgaste da relação e o estresse.

Para Aparecida Enomoto, formada em Medicina Tradicional Chinesa, com especialização em acupuntura pela Universidade de Beijing, quando existe um desequilíbrio entre o Yin (frio) e o Yang (calor) mesmo sem que exista uma patologia, perde-se o interesse pelo sexo e as pessoas ficam tristes, deprimidas, depressivas, irritadas, impacientes e perdem o sono. 

— A acupuntura preconiza que a saúde mental está intimamente ligada à saúde sexual. Para a acupuntura o sexo é tão importante quanto a alimentação, o sono, a sede e as necessidades fisiológicas, já que a atividade nos torna mais felizes, pacientes, saudáveis e com muito menor índice de doenças — declara a especialista no assunto, Aparecida Enomoto.

O tratamento para trazer de volta a libido através da acupuntura, promove o aumento da produção dos hormônios do prazer como a endorfina, que relaxa, acalma e nos faz feliz, a serotonina que tem ação profunda no efeito do humor e da ansiedade e a noradrenalina que induz a excitação física e mental, ativando o centro do prazer, além de aumentar o estrógeno e a testosterona, hormônios importantes para a libido.

As aplicações são feitas com agulhas finíssimas (descartáveis), sendo quase indolor. Segundo Aparecida o ideal seria fazer uma sessão por semana com duração de uma hora. 

— Os resultados são impressionantes — garante Aparecida.
 DC Recomenda
 
 Comente essa história