Garoto de três anos, de Jaraguá do Sul, se recupera de transplante de medula óssea  Rodrigo Philipps/Agencia RBS

Após transplante, Henrique ficara 100 dias em Curitiba

Foto: Rodrigo Philipps / Agencia RBS

Henrique Neitzke, de três anos, acordou com um sorriso no rosto nesta quarta-feira. O motivo foi que ele passou pelo transplante de medula óssea no Hospital Nossa Senhora das Graças, em Curitiba, na última terça-feira. O garoto de Jaraguá do Sul   ficou conhecido quando sua família comoveu a população por causa de uma campanha para encontrar o doador para Henrique. Em julho, uma doadora 100% compatível foi encontrado. Agora, ele ficará um mês internado e mais 70 dias na capital paranaense sobre observação médica.

:: Leia mais notícias sobre Jaraguá do Sul e região ::

O garoto está internado desde o dia 28 de setembro, onde passou por dez sessões de quimioterapia e reposições de plaquetas.  Segundo a mãe, Sandra Regina Fridrich Neitzke, Henrique recebeu por meio de transfusão de sangue as células troncos da medula óssea. A doadora alemã, de 19 anos, foi considerada excelente para o garoto, pois ele recebeu três vezes mais células troncos do que o recomendado.

- Explicamos que o procedimento ia deixar ele bem. Hoje já acordou sorrindo, só olhar para ele que sorri – revela.

O próximo passo é esperar os 30 dias para saber se o transplante foi um sucesso. Sandra conta que Henrique terá algumas reações ao procedimento, como febre, diarreia. Neste período, será complicado o tratamento porque as reações não podem ser combatidas com medicação.

- Se ele tiver febre, teremos que baixar com compressas e banhos. É um período delicado, mas acreditamos que vai dar tudo certo- conta.

A ansiedade para que os dias passem logo fará parte da rotina da família Neitzke. Sandra conta que já são mais de 130 dias dentro de hospitais. Apesar do aviso médico que a doença pode voltar a se manifestar, Sandra e seus familiares seguem confiantes de que o pesadelo deva acabar.

- A doença de Henrique é muito forte e existe a probabilidade de voltar. Mas existe uma corrente do bem para o Henrique e vai dar tudo certo – destaca Sandra.

:: Conheça a história de Nicolas que precisa de um doador de medula ::

A NOTÍCIA
 DC Recomenda
 
 Comente essa história