O Hospital São José é o novo alvo de pressão do Ministério Público na saúde de Joinville. Nesta semana, a promotora Simone Schultz apresentou ação de execução contra a Prefeitura e o hospital alegando descumprimento de parte do acordo fechado em março do ano passado entre duas promotorias e o município de Joinville.

A ação pede à Justiça a determinação de prazo de 15 dias para atendimento das cláusulas, com preVisão de multa diária de R$ 1,5 mil caso o descumprimento se prolongue. A providência da 15ª Promotoria de Justiça foi baseada em relatório de vistoria feita por técnicos do Tribunal de Contas do Estado no final de agosto. Dos 29 novos leitos de UTI que deveriam ter sido ativados até agosto, conforme o acordo, só 14 estão em operação.

O prazo para a instalação de quatro novas salas cirúrgicas não foi cumprida e a entrega ficou para o início do ano que vem. Regras de acessibilidade também não teriam sido atendidas. A exibição de filas das consultas, exames e cirurgias na internet e adoção do ponto biométrico para controle de jornada foram atendidos pelo hospital – embora, ainda assim, existam questionamentos do MP quanto aos dispositivos. A Justiça está analisando o pedido.

Leia outras colunas de Jefferson Saavedra

EMOÇÃO

Coube a Ivete Apel da Silveira o momento mais emocionante do evento do PMDB na noite de quinta. Depois de defender a candidatura de Mauro Mariani ao governo do Estado e a reeleição de Udo Döhler, dona Ivete pregou união e luta do partido. O discurso foi encerrado com lágrimas. “Luiz Henrique estáláem cima, estáolhando por nó, sem dúida nenhuma”.

À espera de repasse estadual

A Secretaria de Saúde de Joinville alega ter cumprido parte do acordo com o Ministério Público e espera atender ao restante dos itens assim que o governo do Estado liberar R$ 1,8 milhão assegurado desde o ano passado. O repasse será usado na conclusão do centro emergencial Ulysses Guimarães, onde estão os novos leitos de UTI. O recurso, junto com a contrapartida do município, também será usado nas salas cirúrgicas.


Crítica

O PSDB de Joinville distribuiu nota lamentando decisão da Prefeitura de cortar o turno integral na educação infantil na faixa dos 4 e 5 anos – a medida foi tomada para atender a maior demanda de matrículas por causa da obrigatoriedade nessas idades. “Decisão catastrófica”, alegou o partido. Darci de Matos também pretende abordar o tema, evidentemente, de forma crítica.


Coletiva

Nesta semana, Gelson Merisio, Darci de Matos e Kennedy Nunes, concedem entrevista coletiva para falar sobre a eleição de 2016. Como é pública a pré-candidatura de Darci, o grupo do PSD deve ter alguma outra coisa para anunciar. O deputado continua fazendo mistério sobre a liderança filiada há poucos dias.


Avaliação

A adoção do ponto biométrico no Hospital São José de Joinville não é garantia ainda de cumprimento da jornada por todos os médicos. Em vistoria de técnicos do Tribunal de Contas do Estado no final de agosto, a pedido do Ministério Público, foram analisadas escalas do dia e de outros momentos.


Catracas

“Ainda apresenta muitas inconsistências e não permite a transparência das informações, tampouco a comprovação do cumprimento da jornada de trabalho pelos médicos”, alegou a vistoria do TCE. O resultado da inspeção foi enviado ao Ministério Público, que está analisando as informações.

Início do feriadão

Na noite de sexta, como previsível, foi grande o movimento no trecho Norte da BR-101. Mas a chuva deve ter atrapalhado os planos de muita gente no feriadão.

Como era...

A chapa montada por Udo Döhler, Mauro Mariani e Alexandre Fernandes em jantar na semana passada tinha Fernandes na presidência do PMDB de Joinville e Alexandre Fernandes como primeiro-vice. Cleonir seria o segundo-vice e Clailton Breis, o tesoureiro. Seria uma chapa de consenso a ser homologada no dia 24.


Pelo Whats

Só que não há mais tanta certeza porque Cleonir, atual presidente licenciado, se sentiu desprestigiado e passou a tentar pelo menos a primeira-vice. Como Udo e Alexandre Fernandes estão viajando, a pendenga terá de ser resolvida ao telefone. A proposta é evitar o surgimento de duas chapas.

Unidade

A relação entre os dois melhorou bastante nos últimos meses, mas Pinho Moreira não apareceu no evento liderado por Mauro Mariani em Joinville na noite de quinta.

Rodízio

O PSDB pensa em colocar em ata a obrigação de cada um dos vereadores eleitos em 2016 deixar pelo menos um mês de cada ano do mandato para os suplentes. Pode aparecer outras obrigações.

Mais calmo

Para o fosso que se abriu após o PMDB derrotá-lo na disputa pela mesa da Câmara de Joinville, até que a relação entre Udo e o seu partido melhorou bastante. Ainda que seja paz armada.

Mais médicos

Joinville está na lista das cidades que pode contratar novamente pelo Mais Médicos. É que houve desistências entre os primeiros contratados.

Longe da central

A possibilidade de as imagens das câmeras serem observadas também pelo celular ou tablets, além da chance de manipular o aparelho, como ampliar o zoom, por exemplo, estão entre as vantagens do sistema digital em relação ao analógico. Joinville está recebendo 100 câmeras com tecnologia full HD.

Aliada no policiamento

Os policiais poderão utilizar as câmeras como suporte para as ocorrências em andamento. O zoom vai a 600 metros. A proposta inicial da Secretaria de Estado da Segurança Pública é armazenar as imagens por até 30 dias – claro que as gravações de delitos vão ficar disponíveis por muito mais tempo.

Surpresa

O uso do golpe do seguro era de suspeita pública, em muitas oportunidades autoridades policiais aventavam a possibilidade para explicar os altos números de roubos e furtos de veículos. O que surpreendeu na operação Corte Seguro foi a escala industrial da aplicação da modalidade.

Tática

A investigação do Gaeco conseguiu contar 70 veículos com o mesmo modus operandi: assim que o veículo chegava para desmanche em Joinville, o dono fazia a comunicação de roubo ou furto no Rio de Janeiro, já combinado com os aliciadores. A participação do dono do carro no golpe é estelionato e falsa comunicação de crime.

A NOTÍCIA
 DC Recomenda
 
 Comente essa história