Jovens de Florianópolis apostam em clube de cervejas especiais online Adriana Franciosi/Agencia RBS

Foto: Adriana Franciosi / Agencia RBS

Nos moldes de clubes espalhados pelo Brasil, os jovens empresários Rubem Eger, Ricardo Matos e Tulio Sandoval, todos com menos de 30 anos, lançaram em 2013 o Beer King, clube que atende todo o brasil. O cardápio conta com cerca de 200 títulos de cerveja, mas ainda neste ano deverá ter 300, com a vantagem de que são todas daqui.

— O cliente sabe onde nos encontrar e alguns nos conhecem pessoalmente — diz Sandoval.

A empresa é um start up (empresa com base na tecnologia da informação, formada por jovens empreendedores), tem um funcionário e, até agora, contou com investimentos próprios dos donos. Matos conta que o grupo visualizou uma oportunidade para investir nesse tipo de negócio no Brasil.

— O catarinense está disposto a gastar e experimentar cervejas, mas está meio perdido, tem dificuldade de encontrar um lugar onde possa ter uma boa experiência com a categoria de produtos especiais — diz.

O modelo do Beer King promete resolver esse problema. Eles tem especialistas que indicam os bebidas ideais de acordo com o perfil do cliente.

Mesmo assim, a empresa tem um cuidado especial: saber se comunicar da forma adequada com o público interessado por cerveja.

— Se quisermos complicar a cerveja, vamos perder o consumidor. Diferente do mercado de vinhos, que é mais sofisticado, temos que ser mais coloquiais, mais informais — completa Rubem.

Com mensalidade a partir de de R$ 59,90, o cliente recebe mensalmente as cervejas e um folheto com detalhes técnicos de cada uma dela. Elas podem ser da Alemanha ou de cervejarias da Grande Florianópolis.

O mito da cerveja artesanal

Assim como a palavra “gourmet” em pratos e restaurantes, no mundo das cervejas vimos muito a palavra “artesanal”. E mês de Oktoberfest nunca é demais explicar sobre a bebida mais amada dos brasileiros.

As cervejas artesanais, de fato são feitas à mão?

— A cerveja artesanal é a cerveja feita em casa, com o processo produtivo altamente dependente do artesão (ou homebrewer) e sem o uso de tecnologia muito avançada. É a famosa cerveja de panela.

Fazer cerveja para fins comerciais de modo 100% artesanal é praticamente proibido. Segundo Matos, se uma cerveja está à venda, muito provavelmente ela não é 100% artesanal.

— Pode até ter um processo ou outro feito de maneira artesanal ou similar, mas de modo geral, não — completa.

HORA DE SANTA CATARINA
 DC Recomenda
 
 Comente essa história