Professores convidados por Zero Hora analisam as questões que consideraram mais difíceis e complexas na edição anterior do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que será realizado neste final de semana.

Confira as escolhas nas provas de Ciências Humanas e suas Tecnologias e Ciências Humanas e suas Tecnologias.

1)

A discussão levantada na charge, publicada logo após a promulgação da Constituição de 1988, faz referência ao seguinte conjunto de direitos:

A) civis, como o direito à vida, à liberdade de expressão e à propriedade.

B) sociais, como direito à educação, ao trabalho e à proteção, à maternidade e à infância.

C) difusos, como direito à paz, ao desenvolvimento sustentável e ao meio ambiente saudável.

D) coletivos, como direito à organização sindical, à participação partidária e à expressão religiosa.

E) políticos, como o direito de votar e ser votado, à soberania popular e à participação democrática.

– Comentário de Davi Ruschel, professor de história do Universitário:

As Constituições do Brasil aparecem com grande frequência na prova de Humanas do Enem. Essa questão começa com uma charge relacionada a Constituição de 1988 (atual Constituição do Brasil), e de forma crítica refere-se à série de direitos que
estão garantidos nela mas não são cumpridos em nosso país. Para encontrar a resposta correta, o aluno deve ter um conhecimento básico da Constituição, mas principalmente ler com atenção as afirmativas e compreender a charge, pois existem outras afirmativas corretas considerando apenas a Constituição, mas a charge refere-se especificamente aos direitos sociais presentes nela.

2)

Na imagem, é ressaltado, em tom mais escuro, um grupo de países que, na
atualidade, possuem características político-econômicas comuns, no sentido de

A) adotarem o liberalismo político na dinâmica dos seus setores públicos.

B) constituírem modelos de ações decisórias vinculadas à social-democracia.

C) instituírem fóruns de discussão sobre intercâmbio multilateral de economias emergentes.

D) promoverem a integração representativa dos diversos povos integrantes de seus territórios.

E) apresentarem uma frente de desalinhamento político aos polos dominantes do sistema-mundo.

– Comentário de Alexandre Rosa, professor de geografia do Anglo Vestibulares RS:

Destaco essa questão em razão não da dificuldade em si, e sim pela necessidade de um entendimento mais complexo das notícias que permeiam a mídia e que podem ser assunto no Enem. Entender a dinâmica mundial indica que o aluno é capaz de perceber as nuances e, no caso da questão, vislumbrar objetivos a médio e longo prazo desse grupo conhecido como Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul). Surgido em 2001, o Brics intencionou valorizar países emergentes que cresceram consideravelmente economicamente no âmbito internacional. Esses países promoveram encontros para, de forma mútua, desenvolverem suas economias e a de outros países.  O fato da criação do Banco dos Brics, em julho de 2014, com aporte inicial de 50 bilhões de dólares,  demonstrou claramente a ideia de financiar obras de infraestrutura em países pobres e emergentes, de maneira a tornar o Brics agente de fato no cenário internacional.

3) Uma norma só deve pretender validez quando todos os que possam ser
concernidos por ela cheguem (ou possam chegar), enquanto participantes de um discurso prático, a um acordo quanto à validade dessa norma.
 
HABERMAS, J. Consciência moral e agir comunicativo. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1989.
 
Segundo Habermas, a validez de uma norma deve ser estabelecida pelo(a):
 
a) liberdade humana, que consagra a vontade.

b) razão comunicativa, que requer um consenso.

c) conhecimento filosófico, que expressa a verdade.

d) técnica científica, que aumenta o poder do homem.

e) poder político, que se concentra no sistema partidário.

– Comentário de Demétrius Ávila, professor de filosofia do Universitário:

Esta questão apresenta maior grau de dificuldade por exigir do candidato
conhecimento do conceito de “razão comunicativa” de Jürgen Habermas, pensador da segunda geração da Escola de Frankfurt, tema importante da filosofia
contemporânea. Segundo Habermas, a razão humana não consiste em uma capacidade abstrata de pensar enquanto indivíduo isolado em si, mas em um proceder argumentativo que envolva dois ou mais sujeitos acerca de questões relativas a verdade ou justiça, como se as normas sociais resultassem de reciprocidade e consenso entre os mesmos. Não conhecendo, no entanto, o conceito de Habermas, o candidato deve possuir boa capacidade interpretativa para eliminar as opções incorretas, já que algumas destas consistem em distratores bastante plausíveis em relação ao enunciado, a exemplo da alternativa A.

4)

Parte do gás carbônico da atmosfera é absorvida pela água do mar. O esquema representa reações que ocorrem naturalmente, em equilíbrio, no sistema ambiental marinho. O excesso de dióxido de carbono na atmosfera pode afetar os recifes de corais. O resultado desse processo nos corais é o(a):

A) seu branqueamento, levando à sua morte e extinção.

B) excesso de fixação de cálcio, provocando calcificação indesejável.

C) menor incorporação de carbono, afetando seu metabolismo energético.

D) estímulo da atividade enzimática, evitando a descalcificação dos esqueletos.

E) dano à estrutura dos esqueletos calcários, diminuindo o tamanho das populações.

– Comentário de Paulinho Espíndola, professor de biologia no Universitário:

O assunto é ecologia, cujas questões não costumam ter alto nível de dificuldade, mas, no Enem, a formulação dos itens não se baseia principalmente no conteúdo e, sim, na habilidade. Muitos alunos marcaram a letra A como resposta correta e outros acharam que o item tem duas alternativas corretas, A e E. O aluno que respondeu a letra A, provavelmente, baseou-se em seus conhecimentos, não levando em consideração o esquema, pois muito se ouve falar em branqueamento de corais. A análise do gráfico nos mostra a consequência da maior absorção de CO2 nos oceanos: conchas deformadas. A alternativa que responde à consequência mostrada no esquema é a letra E. Ela nos mostra claramente as características dos itens produzidos para o Banco Nacional de Itens (BNI), que fornece os itens para o Enem. O aluno que responde o item baseado somente no conteúdo programático tem grande chance de errar.

5) Visando minimizar impactos ambientais, a legislação brasileira determina que resíduos químicos lançados diretamente no corpo receptor tenham pH entre 5,0 e 9,0. Um resíduo líquido aquoso gerado em um processo industrial tem concentração de íons hidroxila igual a 1,0 x 10-10 mol/L. Para atender a legislação, um químico separou as seguintes substâncias, disponibilizadas no almoxarifado da empresa: CH3COOH, Na2SO4,CH3OH, K2CO3 e NH4CI. Para que o resíduo possa ser lançado diretamente no corpo receptor, qual substância poderia ser empregada no ajuste do pH?

A) CH3COOH

B) Na2SO4

C) CH3OH

D) K2CO3

E) NH4CI

– Comentário de Eduardo Silva, professor de química do Fênix Vestibulares:

A questão aborda alguns dos principais assuntos no Enem desde 2009. O estudante precisa movimentar saberes como pH, concentração molar, funções inorgânicas, acidez e basicidade de orgânicos e inorgânicos e, ainda, força ácida e básica dos compostos. Sem falar da boa interpretação de texto. A questão dá a entender que há necessidade de se tratar um determinado tipo de resíduo antes de descartá-lo, devido ao seu pH fora dos padrões estabelecidos. Foi fornecido o dado da concentração de íons hidroxila da solução: [OH-] = 1x10-10 mol/L. O valor do expoente da notação científica fornece o pOH da solução, que é 10. Como pOH + pH = 14, descobrimos o pH, que é 4. Para atender à legislação (pH entre 5 e 9), o pH da solução precisa aumentar e, para isso, deve ser utilizada uma solução de caráter básico. Nas alternativas existem diferentes substâncias e é preciso reconhecer seu caráter básico ou ácido. Como necessitamos elevar o pH da solução de descarte e isso só ocorre ao ser adicionado uma substância de caráter básico, a única alternativa que atende a esse pré-requisito é a D.

6)

Um sistema de iluminação foi construído com um circuito de três lâmpadas iguais conectadas a um gerador (G) de tensão constante. Esse gerador possui uma chave que pode ser ligada nas posições A ou B. Considerando o funcionamento do circuito dado, a lâmpada 1 brilhará mais quando a chave estiver na posição:

A) B, pois a corrente será maior nesse caso.

B) B, pois a potência total será maior nesse caso.

C) A, pois a resistência equivalente será menor nesse caso.

D) B, pois o gerador fornecerá uma maior tensão nesse caso.

E) A, pois a potência dissipada pelo gerador será menor nesse caso.

– Comentário de Jorge Jr., professor de física do Universitário:

Com a chave na posição A, a lâmpada 2 está em um fio “aberto” e, portanto, não participa do circuito, reduzindo a resistência equivalente. Com uma menor resistência equivalente, haverá uma maior corrente, aumentando o brilho da lâmpada 1
(e a potência dissipada no circuito). Escolhi essa  por ser uma questão de um conteúdo que sempre aparece nos vestibulares e que exige um bom conhecimento sobre eletrodinâmica. O aluno deve reconhecer as alterações no circuito quando se abre ou fecha uma chave, nas implicações disso na resistência equivalente, na intensidade da corrente e na potência dissipada. Associar o brilho de uma lâmpada à corrente elétrica que passa por ela (maior corrente – maior brilho ), visualizar a diferença entre um circuito em paralelo, sério e misto. A complexidade está em todas essas interpretações e relações que devem ser feitas e serão apenas pelos alunos bem preparados.

Em quatro videográficos animados, confira o que esperar das provas de Ciências Humanas, Ciências da Natureza, Linguagens e Matemática:

Ciências Humanas:

Ciências da Natureza:

Linguagens:

Matemática:

 DC Recomenda
 
 Comente essa história