Surfistas de destaque encaram ondas no segundo dia da etapa de Florianópolis do WQS Guto Kuerten/Agencia RBS

Foto: Guto Kuerten / Agencia RBS

QS 6000 Red Nose Pro Florianópolis, que traz surfistas de olho em 6 mil pontos em jogo e em uma vaga na elite do esporte, começa a esquentar nesta quarta-feira. A partir das 7h30min está prevista a chamada da primeira bateria do segundo dia da etapa do WQS, na Praia do Santinho.

Começa o Red Nose Pro 15 Florianópolis, etapa WQS com 6.000 pontos
Florianópolis recebe a lenda do surfe Garrett McNamara, recordista mundial

Entrarão em ação ao longo do dia nomes como o brasileiro Alex Ribeiro, na nona bateria, o norte-americano Kanoa Igarashi (na 12ª) e o australiano Ryan Callinan (16ª). O trio integra a lista dos surfistas que buscam pontos por meio desta etapa do WQS que tragam a garantia de um lugar na primeira divisão. Alex, inclusive, é o cabeça de chave número 1 em Floripa.

Ontem, o começo da competição atrasou — ocorreu apenas no final da manhã — em função da montagem da infraestrutura, mas, quando começou, teve muita radicalidade nas ondas. A condição favorável do mar e o Vento Nordeste agradaram aos atletas.


Ao vivo no Costão do Santinho (em breve será disponibilizado pela organização na tela abaixo):




Programação
QS 6000 Red Nose Pro Florianópolis SC
Quando: De hoje a domingo
Local: Praia do Santinho, Norte da Ilha de Santa Catarina
Preço: Grátis

O que vale
A etapa de SC inicia a "perna brasileira" de fim de ano da WSL South America, com três provas decisivas na disputa pelas últimas vagas na lista dos 10 indicados para completar a elite dos top-34 da World Surf League em 2016. A segunda ocorre em Itacaré, na Bahia, entre 27 de outubro e 1º de novembro. Entre 2 e 9 de novembro, é realizada a última, em São Sebastião, no litoral norte de São Paulo.

DIÁRIO CATARINENSE
 DC Recomenda
 
 Comente essa história