Fiéis lotam Santuário Santa Paulina para conhecer escultura da religiosa Diorgenes Pandini/Agencia RBS

A primeira santa do Brasil é também pioneira no país em ter a face reconstruída com uma tecnologia 3D de design

Foto: Diorgenes Pandini / Agencia RBS

Neste domingo, a pequena Aline Lima da Silva, 2 anos, voltou ao Santuário Santa Paulina, em Nova Trento. Na primeira vez que visitou o local, no ano passado, a menina tinha nove meses e acompanhava os pais que estavam pagando uma promessa: a mãe havia contraído eclâmpsia quando ela nasceu. Agora, o motivo da visita da família de baianos de Ipirá ao lugar – justamente no dia em que foi revelada a mais realista escultura já feita da religiosa – é agradecer por outra graça alcançada.

— Tive neurossarcoidose e astenia e estou curada — conta a mãe de Aline, a cozinheira Adriane, que sempre reza para a Santa Paulina em busca de forças.

VÍDEO: Confira como foi feita a reconstituição facial de Santa Paulina 

Ela e o marido, o carpinteiro Vando, saíram com os filhos cedinho de Florianópolis, onde moram desde 2003, para renovar sua fé. Assim como os imigrantes nordestinos, outros fiéis tomaram quase todos os 3 mil lugares do santuário para a celebração eucarística solene na qual conhecerão o resultado do trabalho do designer Cícero Moraes, responsável pela obra.

Navegue na ferramenta conferir a reconstrução facial em 3D  

A primeira santa do Brasil é também pioneira no país em ter a face reconstruída com a tecnologia 3D do design. A finalização esteve a cargo da artista plástica Mari Bueno, com a técnica óleo sobre tela, que deu cor à nova face da santa a partir de referências e relatos de algumas das Irmãs da Congregação das Irmãzinhas da Imaculada Conceição.

Confira como ficou a reconstrução facial 3D de Santa Paulina  

EMERSON GASPERIN
 Veja também
 
 Comente essa história