Prova de talentos, ensaio e muita amizade: confira um dia de provas do concurso Miss Mundo Brasil Miss Mundo Brasil/Yasmine Holanda

Foto: Miss Mundo Brasil / Yasmine Holanda

Falar que as misses que estão hospedadas em Jurerê Internacional para o Miss Mundo Brasil são lindas é desnecessário — afinal, trata-se de um concurso de beleza. E foi em busca das outras facetas das candidatas que passamos um dia acompanhando a programação do concurso, cuja vencedora será revelada neste sábado, às 21h, em evento no Il Campanário para hóspedes e convidados.

Conheça os 12 catarinenses que concorrem ao Miss Mundo Brasil e Mister Brasil 2016
Cerca de 40% das doenças de pele estão relacionadas a problemas psicológicos, diz pesquisadora

Despir-se de ideias preconcebidas, por sua vez, é necessário. As garotas, com idades entre 18 e 25 anos, chamam a atenção por irem de encontro ao estereótipo esperado e pela amizade que têm umas com as outras. No final do ensaio que o DC acompanhou, na tarde de quinta-feira, deu para entender o clima sem disputas desta edição, considerada por alguns membros da organização como uma das mais amigáveis. Paula Gomes, que foi vice na edição de 2015, desabafou e orientou as atuais candidatas.

Amizade entre misses: candidatas se ajudam na hora da preparação Foto: Miss Mundo Brasil / Yasmine Holanda

— Aproveitem! A gente vê que vocês estão se dando superbem, sejam vocês mesmas, façam amizade. Eu não fui eu mesma durante o concurso porque vim muito focada em ganhar, todo mundo me odiava. Acabei perdendo a oportunidade de fazer amizade — conta, fazendo muitas caírem no choro.

Entre as colegas de quarto, as chances de desenvolver uma amizade que continue após o concurso são altas. As catarinenses Flaviane Elias e Letícia Angelino, da Grande Florianópolis e Vale do Itajaí, reaproximaram-se após a etapa estadual e hoje se ajudam na preparação para o grande dia.

Santa Catarina tem 7 candidatas na disputa  Foto: Miss Mundo Brasil / Yasmine Holanda

A imagem da garota que sempre sonhou em ser miss também já era. As candidatas estudam áreas diversas — tem quem curse engenharia, como Letícia, e quem sonhe em ser delegada, por exemplo. Nayara Silveira, Miss Mundo Jurerê Internacional, é graduada em Cosmetologia e Estética e pretende abrir sua própria clínica em breve. Já Francielly Ouriques, representante de Encantos do Sul, é empresária e tem dois quiosques de venda de cosméticos.

A desconstrução do estereótipo da miss é importante para que o concurso se mantenha atual, mas algumas coisas não mudam. Elas ainda não podem ser mães e nem casadas, por exemplo, enquanto há alguns misters que já são pais. Na edição de 2015, a Miss Mundo Brasil Ana Luísa Castro, de Sergipe, teve que renunciar à coroa pouco mais de 24 horas depois de recebê-la por ser casada.  O título, então, ficou com a segunda colocada, Catharina Choi, representante de Ilhabela.

Vídeo: um dia de preparação das candidatas

Entenda a diferença entre o Miss Mundo e o Miss Universo

Um ponto interessante do Miss Mundo, que é o concurso mais antigo do mundo (desde 1951) e o que reúne mais países (cerca de 120), é a bandeira Beleza com Propósito. Todas as candidatas devem criar ou apoiar projetos sociais ou ambientais, além de abraçar como causa oficial a luta contra a hanseníase, em parceria com a ONG Morhan — Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase. Na terça-feira, durante o jantar de gala, o projeto da miss catarinense Francielly Ouriques foi o mais bem pontuado. A modelo e empresária de São José criou o projeto Somos Todos Filhos em parceria com o Instituto Hope House, voltado para crianças orfãs.

Outro diferencial em relação ao Miss Universo, concurso menor porém mais mais popular no Brasil e nas Américas, é o formato. No Miss Mundo Brasil, há representantes dos estados brasileiros, das regiões turísticas e das ilhas. De Santa Catarina, por exemplo, há sete candidatas, que representam Costa Verde & Mar, Encantos do Sul, Vale Europeu, Grande Florianópolis, Vale do Itajaí, Jurerê Internacional Santa Catarina. Por motivos pessoais, a miss Kimberly Maciel, que representava o Grande Oeste Catarinense, desistiu de participar do concurso.

Miss Mundo Brasil também tem diferentes provas ao longo da semana em que as ganhadoras vão somando pontos para a grande final. A Prova de Talentos, que aconteceu na noite de quinta-feira, é a única que não é obrigatória. 25 garotas enviaram vídeos para uma comissão julgadora, e 10 misses puderam apresentar seus dotes artísticos. Três catarinenses participaram com apresentações de dança, canto e mágica. O primeiro lugar, que ficou com a candidata de Mato Grosso do Sul, garantiu uma vaga entre as 16 finalistas.

Prova de talentos ocorreu na noite de quinta-feira Foto: Miss Mundo Brasil / Yasmine Holanda

Em 2015, pela primeira vez as garotas não precisaram desfilar em traje de banho após uma decisão da organização do concurso. No Miss Universo, ainda há o desfile de biquíni.

Quem levar a coroa do Miss Mundo Brasil vai representar o país no Miss World, que ocorre em dezembro, nos Estados Unidos. A final da etapa brasileira, neste sábado a partir das 21h, será transmitida ao vivo para todo o país pela primeira vez, pela Record News.

Resumindo

Se você ainda não entendeu a diferença entre os dois concursos: o Miss Universo é aquele em que deu a maior confusão após a candidata da Colômbia ter sido anunciada por engano e devolvido a coroa para a real ganhadora, a Miss Filipinas.

Três tendências de moda e beleza que fazem sucesso entre as misses

1 - Cabelo liso, castanho e dividido no meio

O Miss Mundo Brasil é das morenas. Elas são maioria e um dos cabelos preferidos é o comprido, liso e dividido ao meio, como Jheniffer Ev, candidata de Ilha da Pitada, no Rio Grande do Sul, usa. Esse é um diferencial em relação ao Miss Universo, onde os cabelos ondulados fazem mais sucesso.

2 - Decotes elegantes

No concurso, usar decotes sensuais é evitado pelas participantes.

— Não é que não pode, mas se você vir as que já ganharam, elas não usam — diz a candidata da Ilha do Mel, Katherin Strickert.

O decote off shoulder, mais elegante e que valoriza o colo, foi aposta de várias garotas, como Laís Gava, do Cerrado Goiano.

3 - Calça Flare

A skinny pode ser queridinha das modelos, mas entre as misses a preferência é a calça flare, aquela com a boca mais aberta embaixo. Os modelos geralmente têm cintura mais alta, o que valoriza as formas do corpo.

Confira as principais notícias de Estilo de Vida em Santa Catarina


 Veja também
 
 Comente essa história