Réveillon 2017 em Florianópolis terá show de duas bandas locais e DJ Marco Favero/Agencia RBS

Espetáculo de fogos de artifício terá duração inferior em relação ao ano passado: três minutos a menos

Foto: Marco Favero / Agencia RBS

Quem se animou após a confirmação da festa de Réveillon 2017 em Florianópolis, pode se decepcionar com o novo anúncio feito pela Secretaria de Turismo na tarde desta terça-feira, 13. A programação da virada na capital catarinense — que deve começar às 22h do dia 31 de dezembro e terminar 1h da madrugada do primeiro dia do ano novo — será composta pelo show de duas bandas locais e de um DJ. As atrações ainda não foram reveladas pelos patrocinadores que, liderados pelo Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Florianópolis, vão custear totalmente o evento no trapiche da avenida Beira-Mar Norte.

Além da programação reduzida, a secretária de Turismo Zena Becker reiterou a diminuição de três minutos no espetáculo de fogos de artifício no comparativo com o ano anterior. Na passagem para 2016, a foram 22 minutos de espetáculo no céu. Já neste ano, serão 19 minutos.No entanto, para a titular da pasta que deve observar a chegada de 2 milhões de turistas nesta temporada, o brilho da festa não será apagado.

— Estamos montando a festa com o que tem, mas não vai haver uma descontinuidade em relação ao ano passado, somente no tempo dos fogos. Esses detalhes serão confirmados até o fim desta semana — garante a secretária, que espera o mesmo número de participantes do ano anterior: 300 mil.

A participação da Prefeitura de Florianópolis no Réveillon 2017 ficará restrita à infraestrutura. Questões referentes à limpeza, segurança, credenciamento de comerciantes ambulantes e de food trucks, além da participação da SESP (para a iluminação pública, principalmente), da Guarda Municipal e do Corpo de Bombeiros foram acordados em reunião nesta terça-feira. Assim como em 2015, não haverá festa na Beira-Mar Continental, somente banheiros públicos e segurança. 

No final de setembro, o prefeito Cesar Souza Junior redirecionou R$ 4,5 milhões da programação de Réveillon e orçamento do Carnaval para tapar as contas públicas. Na ocasião, Cesar pagou o 13º salário dos servidores públicos  e acertou as contas com as instituições filantrópicas. 

Acompanhe as últimas notícias do DC
Prefeitura de Florianópolis revoga cobrança da taxa de lixo para 2017 e suspende repasse para festas

 Veja também
 
 Comente essa história