Dois postos de carregamento de veículos elétricos são instalados em Florianópolis Bruno Berreta,Certi/Divulgação

Posto em funcionamento na UFSC

Foto: Bruno Berreta,Certi / Divulgação

Neste mês, Florianópolis ganhará dois eletropostos para abastecer veículos e bicicletas elétricas. O no campus da Universidade Federal de Santa Catarina, no estacionamento da Fundação Certi já está em funcionamento, e o outro, no posto Ilha Bela, no bairro Itacorubi, está pronto e irá começar a operação neste mês. O primeiro eletroposto foi implantado no final do ano passado em Araquari, no posto Sinuelo, no norte do Estado.

A iniciativa faz parte de um projeto executado pela Fundação Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras (Certi), com recursos do Programa de Pesquisa e Desenvolvimento da Celesc e da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Ainda neste ano, será implantado mais um posto em Balneário Camboriú. O eletroposto da UFSC oferecerá carregamento semirrápido, mais adequado para as pessoas que trabalham, estudam ou fazem compras nos arredores do campus, pois o carregamento pode levar de três a oito horas, dependendo do veículo. As demais estações são do tipo carregamento rápido, tornando possível reabastecer o veículo em 20 minutos.

De acordo com o diretor do Centro de Referência em Energia Sustentável da Fundação Certi, Cesare Pica, "o eletroposto da UFSC será o primeiro protótipo com tecnologia nacional (hardware e software), o que é inovador no país".

Ele explica ainda que o software de controle permite o gerenciamento do uso da energia, que é gerada por placas fotovoltaicas. O usuário contará também com um aplicativo para controle do carregamento em tempo real. 

Os carregamentos devem ser gratuitos por pelo menos dois anos. Depois disso, os postos poderão cobrar em acordo com a regulamentação, que está prevista para ser lançada no final de 2017.

Leia também

Santa Catarina projeta quatro postos para carros elétricos em 2017
Ônibus elétrico desenvolvido pela UFSC começa a circular em março em Florianópolis
SC é o maior gerador de energia alternativa por número de habitantes no país 
Programa da Celesc vai custear 60% da instalação de sistema de energia solar em residências catarinenses


 DC Recomenda
 
 Comente essa história