Setor empresarial de Rio do Sul estima perdas de R$ 73,4 milhões com a enchente Patrick Rodrigues/Agência RBS

Cidade sofreu com a cheia no rio Itajaí-Açu nas últimas duas semanas

Foto: Patrick Rodrigues / Agência RBS

O balanço de um cadastro preenchido por pelo menos 820 empresas de Rio do Sul aponta que a soma dos prejuízos nos setores econômicos da cidade com a enchente do começo do mês chega aos R$ 73,4 milhões.

O valor foi divulgado pela prefeitura da cidade nesta quarta-feira após uma reunião com representantes de entidades empresariais. O cadastro tenta quantificar as perdas dos setores industrial, comercial, serviços, agricultura, pecuária, entre outros.

Com o volume de prejuízos, contando perda de mercadorias, de equipamentos, lucro cessante e gastos com reformas, empresários agora buscam formas de recuperação financeira. Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico de Rio do Sul, Paulo Fiamoncini, a prefeitura está estudando maneiras de ajudar os empresários, como facilitar as condições em linhas de financiamento.

Na segunda-feira o prefeito de Rio do Sul já havia entregue ao governo do Estado um documento sinalizando que o município estimava R$ 12 milhões para a reconstrução da cidade após a cheia.

Confira os dados divulgados pela prefeitura com os prejuízos declarados pelas empresas:

Setor da indústria: 33.673.398,45
Setor de comércios: R$ 28.357.839,04
Setor de serviços: R$ 9.596.660,39
Setor de agricultura: R$ 54.500,00
Setor de pecuária: R$ 41,00
Outros: R$ 1.787.213,00
Prejuízo total: R$ 73.469.651,88

 DC Recomenda
 
 Comente essa história