Filhote de baleia-franca é encontrado morto em Balneário Rincão, Litoral Sul de Santa Catarina Unesc / Divulgação/

Foto: Unesc / Divulgação

Um filhote de baleia-franca foi encontrado morto nesta sexta-feira, na Zona Sul de Balneário Rincão, no Sul do Estado. Com cerca de cinco metros de comprimento, o animal, da espécie Eubalaena australis, estava encalhado na faixa de areia. 

Profissionais do Museu de Zoologia da Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc) retiraram a baleia da beira da praia. Neste sábado, segundo o biólogo Rodrigo Freitas, deve ser feita a necropsia para descobrir a causa da morte. Também serão recolhidos materiais para análise, que também podem fazer parte do acervo do museu no futuro.

A temporada de baleias-francas no litoral catarinense vai até novembro. As fêmeas vêm à costa de Santa Catarina para acasalar, dar à luz os filhotes ou para amamentação. O pico das aparições é em setembro, mas desde o início de julho outros animais já foram avistados no Estado. 

Pelo menos 29 animais da espécie foram avistados em sobrevoo realizado, de Torres (RS) a Florianópolis, pelo Programa de Pesquisa e Monitoramento das Baleias Francas no Porto de Imbituba e Adjacências no início de agosto. 

O número é menor do que o registrado no primeiro voo do ano passado, quando 36 animais foram identificados, mas a oscilação é normal, garantem os pesquisadores. 

Leia também:
ICMBio alerta as pessoas para os riscos de se aproximar de baleias 

VÍDEO: empresário surfa ao lado de baleias no Sul de Santa Catarina

Primeiro monitoramento aéreo do ano registra 30 baleias em SC

Observação de baleias-francas por terra permite contato com população do litoral Sul de SC

Vídeo aéreo registra passagem de baleia com filhote por Balneário Arroio do Silva, no Sul de SC

Vídeo: baleia é registrada na Ponta do Papagaio, em Palhoça

Julgamento sobre turismo embarcado de observação de baleias vai para o STJ

Turismo embarcado de observação de baleias em Santa Catarina não será liberado em 2017

 

 DC Recomenda
 
 Comente essa história