Ressaca arrasta bar flutuante em Itapema e fecha portos de Itajaí e Navegantes   /

Ventos de até 37 quilômetros por hora e ondas de 3,5 metros levaram a Marinha a fechar o canal de acesso aos portos de Itajaí e Navegantes na manhã desta sexta-feira. A ressaca atinge boa parte do Litoral catarinense em nem mesmo áreas protegidas deixaram de sentir os efeitos: no Caixa D`aço, em Porto Belo, um dos bares flutuantes foi carregado para a areia com a força das ondas.


Foto: Heder Moritz / Divulgação


Embora não tenha acompanhado diretamente o caso de Porto Belo, o presidente da Praticagem de Itajaí e Navegantes, Alexandre Gonçalves da Rocha, explica que é possível que tenha ocorrido um fenômeno chamado de difração, em que a onda tem um comprimento suficiente para se estender pela costa e causar estragos até mesmo em áreas protegidas.

O meteorologista Leandro Puchalski informou que a intensidade da ressaca não é tão forte, mas chama atenção a quantidade de dias com ondas muito grandes. Isso se deve ao fato de haver dois sistemas meteorológicos atuando no mar, ciclone e a alta pressão, que avançam lentamente.

 Veja também
 
 Comente essa história