Morre Eurides Mescolotto, primeiro candidato a governador pelo PT em Santa Catarina Flávio Neves/Agencia RBS

Político tinha 67 anos e sofria de problemas crônicos no aparelho digestivo

Foto: Flávio Neves / Agencia RBS

Morreu na manhã desta quarta-feira, em Florianópolis, o político petista Eurides Luiz Mescolotto, de 67 anos. Ele estava internado em um hospital da Capital e sofria há anos com um  câncer no aparelho digestivo. O velório acontecerá entre as 14h e as 21h no crematório Vaticano, no bairro Itacorubi, em Florianópolis. Em seguida, seu corpo será cremado na cidade de Balneário Camboriú, no Litoral Norte.

Mescolotto nasceu em São Paulo no ano de 1950 e se mudou para Santa Catarina no começo de 1980.  Por aqui, foi casado por mais de 20 anos com a ex-senadora e ex-ministra petista Ideli Salvatti. Mescolotto foi um dos 113 fundadores nacionais do Partido dos Trabalhadores e o primeiro candidato a governador de Santa Catarina pelo partido, em 1982. Também atuou como tesoureiro nacional da sigla.

Durante os governos petistas, ele ocupou posições de destaque no Estado, tais como a presidência do extinto Banco do Estado de Santa Catarina (Besc) e da Eletrosul. Mescolotto deixa três filhos e quatro netos. No fim da manhã, o presidente estadual do PT, deputado Décio Lima, emitiu uma nota de pesar pelo falecimento daquele que chamou de "amigo" e "guerreiro de luta". 

"Que a sua força e resistência nos ajudem a enfrentar este momento duro que o país vive. Aos familiares, Ideli, Filipe, Nana, Eliane, Solange, Tiago, Luiza e seus netos os meus mais sinceros sentimentos de pêsames! Mescolotto Presente!", escreveu Lima. 

 Veja também
 
 Comente essa história