Inscrições no Enem para presos e jovens sob medida socioeducativa vão até 20 de outubro Diorgenes Pandini/Agencia RBS

Foto: Diorgenes Pandini / Agencia RBS

Começou na última segunda-feira, 9, o período de inscrições no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para pessoas privadas de liberdade e jovens sob medida socioeducativa que inclua privação de liberdade. O prazo vai até 20 de outubro e as inscrições devem ser feitas pelo responsável pedagógico indicado pela unidade prisional ou socioeducativa.

As provas serão aplicadas nos dias 12 e 13 de dezembro. Os participantes com mais de 18 anos poderão utilizar o desempenho no exame como mecanismo de acesso à educação superior. Já os participantes menores de 18 anos só poderão utilizar os resultados para autoavaliação de conhecimentos.

Cada unidade prisional ou socioeducativa indicada deverá ter um responsável pedagógico com acesso ao sistema de inscrição. O profissional será responsável por realizar e acompanhar as inscrições e também acessar os resultados obtidos pelos participantes e pleitear sua participação no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e em outros programas de acesso à educação superior.

Assim como o Enem Nacional, a prova para presos e jovens sob medida socioeducativa é elaborada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Leia também:
Mais de 300 pessoas vão fazer o Enem usando nome social neste ano

Vídeo: professor de história do COC Floripa dá dicas sobre o que é importante revisar para o Enem 

Saiba como o Enem contribui para a democratização do acesso ao ensino superior

 Veja também
 
 Comente essa história