Macarrão com whey protein? Conheça novas versões do alimento  Divulgação/ShutterStock

Já pensou em variar os nutrientes do bom e velho macarrão?

Foto: Divulgação / ShutterStock

Por essa, as "nonas" não esperavam: de tempos em tempos, novas versões do tradicional macarrão chegam às prateleiras dos supermercados. A clássica receita à base de farinha de trigo tem sido acrescida de diversos ingredientes funcionais que tornam o alimento mais nutritivo e beneficiam a saúde.  

Tem de tudo: massa com quinoa, aveia, soja, grão-de-bico e até mesmo com whey protein — proteína do soro do leite muito usada pela turma da academia. Ou seja, aquele prato de macarrão pode representar não só uma porção generosa de carboidrato, mas também de fibras, vitaminas e até proteínas. 

— A massa é tão consumida que pode ser base para alimentos saudáveis, com propriedades que beneficiem a saúde — opina a engenheira de alimentos Cristina Mosmann Kern, responsável pelo setor de pesquisa e desenvolvimento de uma empresa gaúcha do setor. 

Mas esse "boom" de opções é recente. Há pouco tempo, os macarrões integrais eram renegados nos supermercados. A mudança veio quando os consumidores começaram a enxergar a alimentação como uma forma de evitar, ou pelo menos retardar, problemas de saúde. 

— Percebo que, de uns 10 anos para cá, as pessoas começaram a buscar alimentos mais saudáveis. A maioria das doenças que estão matando hoje é decorrente da má alimentação e dos maus hábitos de vida — diz a nutricionista Marlise Potrick Stefani.

Com o aumento da demanda, a indústria tem se esforçado para oferecer um leque maior de opções. Feiras voltadas para o setor de alimentos no Exterior focam em produtos diferenciados, como massas com antioxidantes na receita, conta a engenheira de alimentos Cristina: 

— Também há a tendência do rótulo limpo: aquele em que a pessoa lê e entende os ingredientes.

Além de um prato cheio para a saúde, esses produtos conseguem, na maioria das vezes, se igualar em sabor em relação as versões tradicionais. O macarrão com tapioca, por exemplo, se assemelha bastante à massa caseira. A versão com farinha de batata doce cozinha rápido e tem gosto levemente adocicado. 

Veja abaixo as opções que já estão no mercado para variar sabores e nutrientes. 

Com grão-de-bico 

comida árabe, grão de bico
Leguminosa adiciona proteína às massasFoto: divulgação / divulgação

Queridinha das dietas vegetarianas, essa leguminosa acrescenta fibras, vitaminas, sais minerais e proteína ao macarrão. 

— É um alimento bem interessante — avalia a nutricionista Marlise Potrick Stefani.  

Com feijão 

Feita com farinha de feijão branco, essa opção é interessante porque, além das fibras e da sensação de saciedade prolongada, contém uma substância chamada faseolamina, que regula a glicemia e a insulina, o que é muito importante, especialmente para diabéticos, de acordo com Marlise. 

Com lentilha 

Adiciona ferro e proteína à receita. De acordo com a engenheira de alimentos Cristina Mosmann Kern, o uso do grão é bastante comum fora do país. 

Com tapioca 

Sem glúten, essa versão se assemelha bastante às massas caseiras, diz a engenheira de alimentos. 

Com farinha de arroz 

Se antes o bifum, macarrão oriental, era uma das poucas opções livres de glúten, agora ele disputa a atenção com outros produtos. Indicada para intolerantes e alérgicos à essa proteína, a massa de arroz não pode ser considerada um alimento extremamente saudável, diz Marlise. Isso porque a versão tradicional é calórica e tem pouca fibra. Nesses casos, o melhor é investir nos produtos que usam a versão integral da farinha. 

De milho 

PORTO ALEGRE, RS, BRASIL, 21-02-2017: Farinha de milho. Produção para o caderno Vida sobre tipos de farinha. (Foto: Mateus Bruxel / Agência RBS)
O ponto alto dessa versão é que ela não contêm glútenFoto: Mateus Bruxel / Agencia RBS

Também livre de glúten, essa massa tem fibras, vitaminas e é rica em carotenoides, um tipo de antioxidante. 

Com quinoa 

Quinoa, cereal típico do Equador
Grão oferece vários benefícios para a saúdeFoto: Reprodução / Reprodução

Produtos com esse grão são ricos em vitaminas do complexo B, que oferecem uma série de benefícios para a saúde, além de magnésio, potássio, proteína e fibras. 

Com chia 

Sucesso entre os produtos apresentados no Exterior, esse grãozinho pequeno tem proteínas, fibras e segura a fome por mais tempo. 

Com whey protein 

aline mendes, blog barra de cereal
Proteína isolada do leite ajuda a controlar a fomeFoto: Aline Mendes / Agencia RBS

Já pensou em consumir uma massa que não seja fonte somente de carboidrato, mas também ofereça uma boa dose de proteína? Esses produtos são boas opções para auxiliar o aumento da massa magra e o controle da fome. Só é bom ficar de olho no excesso: proteína demais pode sobrecarregar rins e fígado. 

Com batata doce 

 CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL, 21/11/2017. Produção de fotos para o Almanaque sobre a batalha dos alimentos: quais são os vilões e quais os mocinhos na alimentação, quem ganha no comparativo total, indo muito além dos números calóricos. Batata Doce. (Diogo Sallaberry/Agência RBS)
Saciedade e fibras são o ponto alto desses macarrõesFoto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS

A massa com farinha de batata doce contém fibras e índice glicêmico baixo — ou seja, o organismo demora mais para transformar o carboidrato em glicose. 

Com vegetais 

PORTO ALEGRE, RS, BRASIL, 21-02-2017: Farinha de beterraba. Produção para o caderno Vida sobre tipos de farinha. (Foto: Mateus Bruxel / Agência RBS)
Além das cores, os vegetais incrementam os nutrientesFoto: Mateus Bruxel / Agencia RBS

Espinafre, cenoura e beterraba, além de darem uma cor especial às massas, acrescentam vários nutrientes ao prato.  

 Veja também
 
 Comente essa história