Garoto de 8 anos pergunta ao Papa se o pai ateu estaria no céu Vincenzo Pinto/AFP

Francisco visitou o bairro Corviale, na periferia de Roma, neste domingo

Foto: Vincenzo Pinto / AFP

A pergunta de um menino ao papa Francisco comoveu fiéis neste domingo (15) durante uma visita do Pontífice à paróquia do bairro Corviale, na periferia de Roma. Com a voz embargada, o garoto Emanuele, 8 anos, questionou se seu pai, um ateu morto recentemente, estaria no céu. O Papa respondeu que Deus não abandona as pessoas boas.

Percebendo a comoção do garoto, Francisco o havia encorajado a fazer a pergunta perto de seu ouvido. O Papa revelou a angústia de Emanuele com a permissão do garoto, depois de alguns minutos de conversa e um abraço. Explicou, então, que o pai do menino havia batizado seus quatro filhos mesmo não sendo crente. Disse o Papa:

– Que lindo que um filho diga que seu pai era bom. Um lindo testemunho daquele homem para que seus filhos possam dizer dele que era um homem bom. Se esse homem foi capaz de ter filhos assim, é verdade que era um grande homem.

Segundo o Papa, "quem diz quem vai para o céu é Deus". Depois de questionar os fiéis se Deus abandona seus filhos quando são bons, ouviu a resposta em coro : "não".

Assim, Francisco concluiu:

– Bom, Emanuele, esta é a resposta. Deus seguramente estava orgulhoso do seu pai, porque é mais fácil batizar os filhos sendo crente que batizá-los não sendo crente. E seguramente Deus gostou muito disso.

Leia mais notícias no Diário Catarinense


 Veja também
 
 Comente essa história