Marcha da Maconha reúne manifestantes em Florianópolis Diorgenes Pandini/Diário Catarinense

Marcha ocorreu no final da tarde deste sábado

Foto: Diorgenes Pandini / Diário Catarinense

Manifestantes marcharam pelo fim da criminalização do uso da maconha na tarde deste sábado em Florianópolis. A Marcha da Maconha, que ocorre desde 2008 na Capital, reuniu cerca de 200 pessoas, segundo estimativas da Polícia Militar. A organização estimou em 1 mil participantes. 

O evento começou por volta das 13h no  Largo da Alfândega, com discussões sobre o tema e batalha de rap.  Depois os manifestantes marcharam nas ruas do Centro. Segundo a organização do evento, o objetivo da marcha é "apontar alternativas que permitam explorar o potencial econômico, medicinal e recreativo que essa planta injustamente proibida oferece".

Marcha da maconha em Florianópolis
Batalha de rapFoto: Diorgenes Pandini / Diário Catarinense

Segundo a PM, nenhum incidente foi registrado e o trânsito não foi alterado. 

Outras cidades brasileiras também tiveram a Marcha da Maconha. Em São Paulo, a manifestação ocorreu no sábado passado e reuniu milhares de ativistas e usuários. Em Brasília, o evento concentrou 2 mil pessoas na última quarta-feira. 

Um dos maiores pesquisadores do país de efeitos medicinais da maconha é intimado a depor por apologia das drogas

No Uruguai, mais da metade dos consumidores usa maconha legal

Teste antidoping do Skatista catarinense Pedro Barros acusa derivado de maconha

Justiça obriga que SUS forneça medicamento derivado da maconha para criança catarinense

 Veja também
 
 Comente essa história